Artigo Anais V FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

TENDÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE O GÊNERO E EDUCAÇÃO: UM BALANÇO NA CIDADE DE CAMPINA GRANDE, PB

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INFANTIL, GÊNERO, PRÁTICA DOCENTE Comunicação Oral(CO) GT 21 - TRABALHO, EDUCAÇÃO E EMANCIPAÇÃO HUMANA Publicado em 26 de junho de 2013

Resumo

O presente trabalho traz uma analise reflexiva sobre o homem como professor de Educação Infantil, visto que este espaço é extremamente feminino. Entende-se que o cuidar materno está ligado a mãe e fica bem representada por uma mulher. Durante a nossa investigação tendo como instrumento metodológico o questionário, sendo a pesquisa de cunho qualitativa. Tendo como estudos os teóricos como ALMEIDA (1999), PICAZIO (1999) entre outros. Vimos que o sentido do cuidar está associado como uma caracterização das atribuições do sexo feminino, e que as gestoras de redes públicas não vêem problema em aceitar em suas instituições profissionais do sexo masculino no momento que tem uma visão que este cargo não é atribuição de um determinado gênero e sim, sua habilitação e competência. Consideramos que é nas instituições infantis o caminho para desconstruir esse preconceito que está enraizado ao longo do tempo da nossa história na educação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.