Artigo Anais V ENLAÇANDO

ANAIS de Evento

ISSN: 2238-9008

Visualizações: 235
AS MULHERES NEGRAS DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE ITAMATATIUA E A ABORDAGEM CTS NO ENSINO DE FÍSICA: ENTRE O PROTAGONISMO CULTURAL E O NÃO PROTOGANISMO ESCOLAR

Palavra-chaves: MULHER QUILOMBOLA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE, ENSINO DE FÍSICA Comunicação Oral (CO) ET33: SABERES ANCESTRAIS E TRADICIONAIS E A EXPERIÊNCIA POLÍTICA DXS FEMININXS: REDES DE CONHECIMENTO E EDUCAÇÃO DO CAMPO Publicado em 27 de novembro de 2017

Resumo

Este artigo é resultado de uma pesquisa bibliográfica e procura destacar a relação entre as mulheres negras da Comunidade Quilombola de Itamatatiua, as práticas da produção de cerâmicas e a abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). Pretendeu-se evidenciar o protagonismo cultural e o não protagonismo educacional da mulher negra no cenário da cidade de Alcântara-MA. O trabalho inicia-se com uma breve abordagem da história dos quilombos no Brasil, em especial, em Alcântara com a finalidade de situar o leitor sobre a questão quilombola e a identidade feminina negra nessas comunidades. Em seguida, é abordada a questão da mulher negra no contexto educacional de Alcântara e, por fim, analisa-se como a Física apresenta-se como campo do conhecimento na produção de cerâmicas, além de ser proposto um ensino de Física na educação formal sob o viés da abordagem CTS, apontado para uma forma diferenciada na prática dessa disciplina na educação quilombola.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.