Artigo Anais V ENLAÇANDO

ANAIS de Evento

ISSN: 2238-9008

Visualizações: 275
A AVENTURA DE INVENTAR-SE ATIVISTA LÉSBICA EM TEMPOS VERDE OLIVA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A PRIMEIRA ORGANIZAÇÃO LÉSBICA DA BAHIA

Palavra-chaves: OROGANIZAÇÃO LÉSBICA, VISIBILIDADE LÉSBICA, LESBOFEMINIMO Comunicação Oral (CO) ET25: LESBIANIDADES E BISSEXUALIDADES NO BRASIL: HISTÓRIAS, MEMÓRIAS, DIREITOS E CONSTRUÇÃO DEMOCRÁTICA Publicado em 27 de novembro de 2017

Resumo

Reconhecendo o “complô do silêncio” que cerca a construção discursiva sobre a existência lésbica como um “nó” que enlaça o patriarcado, capitalismo, racismo, classe, este trabalho objetiva refletir Grupo Libertário Homossexual (GLH), uma organização lésbica (in)visível da Bahia em tempos de ditadura. Para tanto, recorre às fontes bibliográficas e oral. A leitura das fontes revela o GLH como primeira bandeira lesbofeminista da Bahia, e aponta a auto-organização lésbica como caminho de empoderamento feminino.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.