Artigo Anais III CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

INTOXICAÇÃO MEDICAMENTOSA EM IDOSOS: UMA ABORDAGEM EPIDEMIOLÓGICA

Palavra-chaves: IDOSOS, MEDICAMENTOS, EPIDEMIOLOGIA Tema Livre (TL) Atenção integral à saúde: promoção, prevenção, tratamento e reabilitação do idoso Publicado em 15 de junho de 2013

Resumo

Por conviver com problemas crônicos de saúde, os idosos utilizam com frequência os serviços de saúde e são consumidores de grande número de medicamentos. Nessa perspectiva, esta pesquisa tem por objetivo estudar os casos de intoxicação aguda por medicamentos por usuários/pacientes/ indivíduos a partir de 60 anos de idade, atendidas no Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Campina Grande (Ceatox-CG), no período compreendido entre 2009 a 2012, na tentativa de contribuir para a prevenção, diagnóstico e tratamento deste evento. Este estudo retrospectivo descritivo teve uma abordagem quantitativa de todos os casos de intoxicação por medicamentos atendidos e notificados pelo Ceatox-CG. A população fonte foi constituída por todos os pacientes atendidos no Ceatox entre 2009 e 2012, residente no município de Campina Grande e regiões circunvizinhas. Foram registrados, no período estudado, 1.041 casos de intoxicações por medicamentos, e 2,9% (n=30) representam as intoxicações em idosos. A maioria dos casos ocorreu por acidente individual do tipo aguda única, em mulheres na zona urbana e, em pacientes com baixo nível de escolaridade. A classe de fármacos predominante que gerou quadros tóxicos foi a dos que atuam no Sistema Nervoso Central. Em relação à gravidade, os casos leves predominaram, não foram registrados óbitos. As notificações dos casos por intoxicação com medicamentos foram inferiores ao esperado para essa faixa etária. Portanto, é necessário o fortalecimento do sistema de Vigilância e Assistência Toxicológica no país. Uma possível solução seria a inserção dos Centros de Informação e Assistência Toxicológica do Brasil na rede do Sistema Único de Saúde (SUS).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.