Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

Visualizações: 198
SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NA PRODUÇÃO DE AUTOBIOGRAFIAS EM LÍNGUA INGLESA

Palavra-chaves: SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS, GÊNEROS TEXTUAIS, ENSINO DE LÍNGUAS Comunicação Oral (CO) GT08-PROFESSOR DE LÍNGUAS EM FORMAÇÃO INICIAL: EXPERIÊNCIAS REFLEXIVAS A PARTIR DOS GÊNEROS TEXTUAIS Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

O ensino-aprendizagem de língua estrangeira na escola pública é um processo dinâmico e complexo. Nesse contexto, as pesquisas (DOURADO, 2008; FERREIRA, 2016), bem como os documentos oficiais que regem esse ensino no cenário nacional indicam os variados desafios enfrentados pelo docente na sala de aula (BRASIL, 1998; 1999). Passados quase vinte anos da publicação dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de línguas estrangeiras do 3º e 4º ciclos (BRASIL, 1998) parece que o ensino-aprendizagem de língua inglesa não se alinha a esses Parâmetros, visto que o documento adota uma concepção de língua, cujo seu ensino precisa favorecer o engajamento discursivo do aluno. Ou seja, a língua deve ser compreendida como uma prática social. Considerando o período de observação direta de aulas no estágio supervisionado, partimos da hipótese de que as atividades efetivamente desenvolvidas em sala de aula de inglesa do ensino fundamental nem sempre se adequam as orientações didáticas do PCN de língua estrangeira para o ensino das habilidades de compreensão e produção escrita. Corroborando com esse documento oficial (BRASIL, 1998), acreditamos que o ensino dessas habilidades pode ser realizado por meio dos gêneros textuais que circulam em nossa sociedade. Scheuwly e Dolz (2004, p.74-75) defendem que os gêneros são o meio pelos quais as práticas de linguagem se concretizam nas atividades dos aprendizes. Desse modo, este trabalho tem como objetivo apresentar a descrição de projeto de intervenção, elaborado pela autora desta pesquisa, desenvolvido na disciplina de Estágio Supervisionado II do curso de Letras/Inglês de uma universidade pública. O projeto foi realizado com uma turma de 6º ano do ensino fundamental II de uma escola pública e se propõe ao desenvolvimento do gênero textual autobiografia, por meio de uma Sequência Didática (SD). Na aplicação da SD buscou-se seguir as orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais de língua estrangeira ao trabalhar com as quatro habilidades comunicativas. O intuito inicial era de, além de realizar a produção escrita, realizar a produção oral. Contudo, foi possível identificar algumas dificuldades: o tempo de execução do projeto, os sentimentos dos alunos com relação à produção oral e escrita, a quantidade reduzida de livros didáticos utilizados em sala de aula, o nível de inglês dos alunos. Apesar disso, os resultados foram satisfatórios e os objetivos traçados foram alcançados.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.