Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

Visualizações: 185
OS GÊNEROS TEXTUAIS EM SALA DE AULA: DA LEITURA À CONSTRUÇÃO DE SENTIDO DO TEXTO

Palavra-chaves: SEQUÊNCIA DIDÁTICA, CONSTRUÇÃO DE SENTIDO, GÊNEROS TEXTUAIS Comunicação Oral (CO) GT08-PROFESSOR DE LÍNGUAS EM FORMAÇÃO INICIAL: EXPERIÊNCIAS REFLEXIVAS A PARTIR DOS GÊNEROS TEXTUAIS

Resumo

O ensino de língua portuguesa por meio de gêneros textuais exige do professor, principalmente aquele que está em formação inicial, a elaboração de uma sequência didática eficaz para lidar com a recorrente dificuldade de produção e construção de sentidos por parte dos alunos, cujo conhecimento sobre os referidos gêneros se limita aos aspectos estruturais. Nessa perspectiva, este artigo tem como objetivo apresentar o resultado do trabalho desenvolvido com os gêneros textuais em sala de aula, proposto por um Subprojeto do PIBID - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, orientado por professores do curso de Letras, na modalidade EaD, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB, Polo Campina Grande. A proposta de trabalho foi aplicada com alunos do 8º Ano do Ensino Fundamental da escola municipal CEAI Antônio Mariz, situada na cidade de Campina Grande/PB. Na elaboração da sequência didática que propomos, buscamos pautar nossas considerações em Schneuwly e Dolz (2004) para trabalharmos com os gêneros textuais crônica, notícia, propaganda, charge e tirinha, enfatizando não apenas os aspectos estruturais e composicionais de tais gêneros, mas também, os elementos linguísticos, os recursos estilísticos e imagéticos, suas finalidades discursivas, os meios de circulação e o público-alvo. Após o estudo dos gêneros textuais citados, foi aplicado um simulado semelhante à Prova Brasil, cujo objetivo foi inserir os alunos em uma situação real de compreensão e interpretação de gêneros textuais em contexto escolar. Como embasamento teórico, recorremos às considerações de Bakhtin (2003) acerca da concepção e organização composicional dos gêneros textuais, bem como, às de Marcuschi (2005) sobre as esferas de circulação e o papel comunicativo desses gêneros. Os resultados obtidos evidenciaram que os alunos apresentaram um avanço significativo na aquisição das habilidades de leitura, interpretação e compreensão de gêneros textuais, compreendendo, principalmente, a importância dos elementos linguísticos e dos recursos estilísticos e imagéticos para a construção de sentido e, consequentemente, para aquisição da habilidade de leitura de gêneros textuais diversos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.