Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 263
PROPOSTA DE PLANO DE CUIDADO BASEADO NA CIPE® PARA IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS ATRAVÉS DA TRIAGEM COGNITIVA

Palavra-chaves: IDOSO, TRIAGEM COGNITIVA, PLANO DE CUIDADO Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: O envelhecimento é um decurso comum caracterizado por mudanças biopsicossociais, fase que torna o comprometimento cognitivo especialmente importante, levando-se em conta o aumento da longevidade da população e a demanda crescente de atenção em relação aos problemas específicos de cuidados e de saúde nessa faixa etária. Assim, este estudo tem como objetivo propor um plano de cuidados baseado na CIPE® para idosos institucionalizados através da triagem cognitiva. Metodologia: O percurso metodológico deste estudo optou-se por uma pesquisa de campo em uma Instituição de Longa Permanência, de caráter descritivo, com uma abordagem qualitativa e quantitativa. Para o rastreamento do déficit cognitivo, foi utilizado o MEEM – Mini Exame do Estado Mental. O estudo foi composto por 65 idosos residentes. A amostra foi composta de 50%, totalizando 32 idosos conscientes com condição de interação e que concordaram em participar do estudo. O plano de cuidado de enfermagem foi formulado de acordo com o modelo 7 Eixos da CIPE® (1.0). Resultados: Verificou-se que quanto a função cognitiva houve prevalência da função sugestivo de déficit com o sexo feminino totalizando 11 (85%) e o masculino com 7 (100%), seguido da função alteração não sugestiva de déficit o sexo feminino com 2 (15%). Além disso, foi formulado o plano de cuidado para o diagnóstico de enfermagem “Memória prejudicada”. Conclusão: Este estudo indica a necessidade de reforçar a importância da triagem cognitiva para diagnóstico precoce, possibilitando desenvolver ações efetivas que promovam a melhoria na qualidade de vida dos idosos, com proposta de plano de cuidado.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.