Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

PREVENÇÃO DA AIDS: UMA ABORDAGEM EDUCATIVA COM IDOSOS

Palavra-chaves: IDOSO, SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, PROMOÇÃO DA SAÚDE, PROMOÇÃO DA SAÚDE Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-10: EDUCAÇÃO E ENVELHECIMENTO
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24639
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 69
    "inscrito_id" => 855
    "titulo" => "PREVENÇÃO DA AIDS: UMA ABORDAGEM EDUCATIVA COM IDOSOS"
    "resumo" => "Objetivou-se analisar o conhecimento de idosos sobre a prevenção da aids antes a após a prática da educação em saúde. Trata-se de um estudo quase experimental, com abordagem quantitativa, realizado nos Centros de Referência de Assistência Social, com 60 idosos com idosos inclusos nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Desenvolveu-se em Parnamirim, RN, Brasil, de fevereiro a junho de 2014. Para coleta de dados aplicou-se um questionário contendo questões fechadas sobre Aids. Em prol do atendimento ao objetivo proposto pelo estudo, a coleta de dados ocorreu em 3 fases distintas; na primeira fase, o pré-teste, aplicação de um questionário com perguntas fechadas. Na segunda fase, uma aula expositiva dialogada, considerando o conhecimento prévio dos idosos sobre a Aids. Posteriormente, na terceira fase, o pós-teste, foi reaplicado o questionário. Em princípio, a maioria dos idosos (61,6%) afirmaram não saber o que é a Aids, mas, esta realidade logo se transformou após a realização de uma aula expositiva dialogada como instrumento de educação em saúde. Após a atividade de educação em saúde, os resultados refletem a mudança significativa do aprendizado que os idosos obtiveram. Houve diferença estatisticamente significativa. Verificou-se que os idosos não recebem informações adequadas sobre a prevenção da Aids, detendo pouco conhecimento sobre a temática; observou-se também que a maioria não conhecia a doença antes da intervenção educativa. Conclui-se que as ações educativas sobre a Aids são importantes para adoção de uma visão coletiva sobre os variados contextos socioculturais em que os idosos estão inseridos. É visível a necessidade de ser feito mais em termos de campanhas de educação para dissipar os mitos da infecção pelo HIV e capacitar os idosos."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT-10: EDUCAÇÃO E ENVELHECIMENTO"
    "palavra_chave" => "IDOSO, SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, PROMOÇÃO DA SAÚDE, PROMOÇÃO DA SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA11_ID855_14082016164458.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DEYLA MOURA RAMOS ISOLDI"
    "autor_nome_curto" => "DEYLA ISOLDI"
    "autor_email" => "deylinha@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24639
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 69
    "inscrito_id" => 855
    "titulo" => "PREVENÇÃO DA AIDS: UMA ABORDAGEM EDUCATIVA COM IDOSOS"
    "resumo" => "Objetivou-se analisar o conhecimento de idosos sobre a prevenção da aids antes a após a prática da educação em saúde. Trata-se de um estudo quase experimental, com abordagem quantitativa, realizado nos Centros de Referência de Assistência Social, com 60 idosos com idosos inclusos nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Desenvolveu-se em Parnamirim, RN, Brasil, de fevereiro a junho de 2014. Para coleta de dados aplicou-se um questionário contendo questões fechadas sobre Aids. Em prol do atendimento ao objetivo proposto pelo estudo, a coleta de dados ocorreu em 3 fases distintas; na primeira fase, o pré-teste, aplicação de um questionário com perguntas fechadas. Na segunda fase, uma aula expositiva dialogada, considerando o conhecimento prévio dos idosos sobre a Aids. Posteriormente, na terceira fase, o pós-teste, foi reaplicado o questionário. Em princípio, a maioria dos idosos (61,6%) afirmaram não saber o que é a Aids, mas, esta realidade logo se transformou após a realização de uma aula expositiva dialogada como instrumento de educação em saúde. Após a atividade de educação em saúde, os resultados refletem a mudança significativa do aprendizado que os idosos obtiveram. Houve diferença estatisticamente significativa. Verificou-se que os idosos não recebem informações adequadas sobre a prevenção da Aids, detendo pouco conhecimento sobre a temática; observou-se também que a maioria não conhecia a doença antes da intervenção educativa. Conclui-se que as ações educativas sobre a Aids são importantes para adoção de uma visão coletiva sobre os variados contextos socioculturais em que os idosos estão inseridos. É visível a necessidade de ser feito mais em termos de campanhas de educação para dissipar os mitos da infecção pelo HIV e capacitar os idosos."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT-10: EDUCAÇÃO E ENVELHECIMENTO"
    "palavra_chave" => "IDOSO, SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, PROMOÇÃO DA SAÚDE, PROMOÇÃO DA SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA11_ID855_14082016164458.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DEYLA MOURA RAMOS ISOLDI"
    "autor_nome_curto" => "DEYLA ISOLDI"
    "autor_email" => "deylinha@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

Objetivou-se analisar o conhecimento de idosos sobre a prevenção da aids antes a após a prática da educação em saúde. Trata-se de um estudo quase experimental, com abordagem quantitativa, realizado nos Centros de Referência de Assistência Social, com 60 idosos com idosos inclusos nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Desenvolveu-se em Parnamirim, RN, Brasil, de fevereiro a junho de 2014. Para coleta de dados aplicou-se um questionário contendo questões fechadas sobre Aids. Em prol do atendimento ao objetivo proposto pelo estudo, a coleta de dados ocorreu em 3 fases distintas; na primeira fase, o pré-teste, aplicação de um questionário com perguntas fechadas. Na segunda fase, uma aula expositiva dialogada, considerando o conhecimento prévio dos idosos sobre a Aids. Posteriormente, na terceira fase, o pós-teste, foi reaplicado o questionário. Em princípio, a maioria dos idosos (61,6%) afirmaram não saber o que é a Aids, mas, esta realidade logo se transformou após a realização de uma aula expositiva dialogada como instrumento de educação em saúde. Após a atividade de educação em saúde, os resultados refletem a mudança significativa do aprendizado que os idosos obtiveram. Houve diferença estatisticamente significativa. Verificou-se que os idosos não recebem informações adequadas sobre a prevenção da Aids, detendo pouco conhecimento sobre a temática; observou-se também que a maioria não conhecia a doença antes da intervenção educativa. Conclui-se que as ações educativas sobre a Aids são importantes para adoção de uma visão coletiva sobre os variados contextos socioculturais em que os idosos estão inseridos. É visível a necessidade de ser feito mais em termos de campanhas de educação para dissipar os mitos da infecção pelo HIV e capacitar os idosos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.