Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

AUTOPERCEPÇÃO DO ESTADO DE SAÚDE E SATISFAÇÃO DOS SERVIÇOS OFERECIDOS A IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

Palavra-chaves: IDOSO, AUTOPERCEPÇÃO, INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA, SAÚDE, SAÚDE Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA
"2016-11-23 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24368
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 118
    "inscrito_id" => 861
    "titulo" => "AUTOPERCEPÇÃO DO ESTADO DE SAÚDE E SATISFAÇÃO DOS SERVIÇOS OFERECIDOS A IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS"
    "resumo" => "Objetivou-se identificar a autopercepção da saúde dos idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, como a satisfação dos serviços ofertados a tais indivíduos nesses locais. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, que envolveu 87 idosos moradores de Instituições de Longa Permanência. A coleta dos dados foi realizada entre abril e maio de 2014, através de entrevista gravada. Para análise dos dados, utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Quanto aos resultados, 27 indivíduos entrevistados, 7 eram do sexo masculino e 20 do sexo feminino. As idades variaram entre 60 e 104 anos, prevalecendo uma média de 79 anos. Com relação a autopercepção de saúde as ideias centrais foram: “eu não sinto nada, é muito boa pra minha idade”; “sofrer não é bom sabe, mas não me queixo de nada, minha saúde é boa”, “minha saúde é dificultada, não é boa não”. No que se refere a assistência à saúde dentro desta instituição, as ideias centrais foram: “aqui tem muitos velhos e pouca gente pra cuidar”; “eles dão muitos remédios a gente, se for alguma coisa mais grave só indo pro hospital”; “saúde é paz de espírito, eu queria estar em casa com a minha família”. Conclui-se que a essência de uma assistência efetiva ao idoso institucionalizado é a compreensão da multidimensionalidade do ser, que se traduz na visão biopsicossocial e espiritual. A valorização do processo de autopercepção emerge como um eixo fundamental, um instrumento imprescindível, no sentido de melhorar a qualidade de vida deste indivíduo, e de preservar concomitantemente sua autonomia."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "IDOSO, AUTOPERCEPÇÃO, INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA, SAÚDE, SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA4_ID861_15082016140255.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FABIANA MEDEIROS DE BRITO"
    "autor_nome_curto" => "FABIANA"
    "autor_email" => "fabianabrito_@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24368
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 118
    "inscrito_id" => 861
    "titulo" => "AUTOPERCEPÇÃO DO ESTADO DE SAÚDE E SATISFAÇÃO DOS SERVIÇOS OFERECIDOS A IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS"
    "resumo" => "Objetivou-se identificar a autopercepção da saúde dos idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, como a satisfação dos serviços ofertados a tais indivíduos nesses locais. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, que envolveu 87 idosos moradores de Instituições de Longa Permanência. A coleta dos dados foi realizada entre abril e maio de 2014, através de entrevista gravada. Para análise dos dados, utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Quanto aos resultados, 27 indivíduos entrevistados, 7 eram do sexo masculino e 20 do sexo feminino. As idades variaram entre 60 e 104 anos, prevalecendo uma média de 79 anos. Com relação a autopercepção de saúde as ideias centrais foram: “eu não sinto nada, é muito boa pra minha idade”; “sofrer não é bom sabe, mas não me queixo de nada, minha saúde é boa”, “minha saúde é dificultada, não é boa não”. No que se refere a assistência à saúde dentro desta instituição, as ideias centrais foram: “aqui tem muitos velhos e pouca gente pra cuidar”; “eles dão muitos remédios a gente, se for alguma coisa mais grave só indo pro hospital”; “saúde é paz de espírito, eu queria estar em casa com a minha família”. Conclui-se que a essência de uma assistência efetiva ao idoso institucionalizado é a compreensão da multidimensionalidade do ser, que se traduz na visão biopsicossocial e espiritual. A valorização do processo de autopercepção emerge como um eixo fundamental, um instrumento imprescindível, no sentido de melhorar a qualidade de vida deste indivíduo, e de preservar concomitantemente sua autonomia."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "IDOSO, AUTOPERCEPÇÃO, INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA, SAÚDE, SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA4_ID861_15082016140255.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FABIANA MEDEIROS DE BRITO"
    "autor_nome_curto" => "FABIANA"
    "autor_email" => "fabianabrito_@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Objetivou-se identificar a autopercepção da saúde dos idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, como a satisfação dos serviços ofertados a tais indivíduos nesses locais. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, que envolveu 87 idosos moradores de Instituições de Longa Permanência. A coleta dos dados foi realizada entre abril e maio de 2014, através de entrevista gravada. Para análise dos dados, utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Quanto aos resultados, 27 indivíduos entrevistados, 7 eram do sexo masculino e 20 do sexo feminino. As idades variaram entre 60 e 104 anos, prevalecendo uma média de 79 anos. Com relação a autopercepção de saúde as ideias centrais foram: “eu não sinto nada, é muito boa pra minha idade”; “sofrer não é bom sabe, mas não me queixo de nada, minha saúde é boa”, “minha saúde é dificultada, não é boa não”. No que se refere a assistência à saúde dentro desta instituição, as ideias centrais foram: “aqui tem muitos velhos e pouca gente pra cuidar”; “eles dão muitos remédios a gente, se for alguma coisa mais grave só indo pro hospital”; “saúde é paz de espírito, eu queria estar em casa com a minha família”. Conclui-se que a essência de uma assistência efetiva ao idoso institucionalizado é a compreensão da multidimensionalidade do ser, que se traduz na visão biopsicossocial e espiritual. A valorização do processo de autopercepção emerge como um eixo fundamental, um instrumento imprescindível, no sentido de melhorar a qualidade de vida deste indivíduo, e de preservar concomitantemente sua autonomia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.