Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

PREVALÊNCIA DE DISTÚRBIOS HORMONAIS TIREOIDIANOS EM UMA POPULAÇÃO DE IDOSOS RESIDENTES EM COMUNIDADE

Palavra-chaves: DISTÚRBIOS DA TIREOIDE, IDOSOS, SAÚDE PÚBLICA Pôster (PO) / Poster Submission AT-1: GERONTOGERIATRIA
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24634
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 248
    "inscrito_id" => 1096
    "titulo" => "PREVALÊNCIA DE DISTÚRBIOS HORMONAIS TIREOIDIANOS EM UMA POPULAÇÃO DE IDOSOS RESIDENTES EM COMUNIDADE"
    "resumo" => "O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial e tem levantado uma série de questões cruciais para gestores e pesquisadores não apenas dos sistemas de saúde, mas de todos os âmbitos sociais. Neste sentido, é de suma importância conhecer os efeitos desse fenômeno, tanto sobre a fisiologia dos órgãos e funcionamento celular, quanto sobre a apresentação clínica e laboratorial de doenças que possuem importância para saúde pública. O objetivo deste estudo é descrever a prevalência de distúrbios da tireoide em uma população de idosos residentes em comunidade. Trata-se de um estudo epidemiológico transversal, de base populacional e domiciliar, realizado com idosos do município de Aiquara-Ba. Participaram do estudo idosos de ambos os sexos que atenderam aos seguintes critérios de elegibilidade: ter 60 anos ou mais de idade, não institucionalizados; com residência fixa na zona urbana. Foram coletadas amostras sanguíneas para dosagem sérica de TSH e T4L para avaliação de quadros de disfunções desses hormônios. Os valores médios de TSH encontrados para mulheres e homens foram 2,7 (DP±6,5) mUI/mL e 2,2 (DP±3,8) mUI/ml, respectivamente; os valores médios de T4L foram de 1,2 (DP±0,1) ng / dL em mulheres e 1,1 (DP±0,2) ng / dL nos homens. O hipotireoidismo subclínico foi o agravo de maior prevalência (3.7%), seguido do hipertireoidismo subclínico (2.9%). As difunções da tireoid foram observadas em sua maioria nos idosos de 70 à 79 anos (41%), não-brancos (54%), do sexo feminino (56%), com baixo grau de escolaridade (62%)  e com baixa renda (85%). Conclui-se que determinantes genéticos e ambientais, bem como as precárias condições socioeconômicas, quanto alguns maus hábitos de vida (como o sedentarismo) podem influenciar essa condição de saúde dos idosos participantes deste estudo."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-1: GERONTOGERIATRIA"
    "palavra_chave" => "DISTÚRBIOS DA TIREOIDE, IDOSOS, SAÚDE PÚBLICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA2_ID1096_15082016224308.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "TUANY SANTOS SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "TUANY SOUZA"
    "autor_email" => "tuanysouza.s@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24634
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 248
    "inscrito_id" => 1096
    "titulo" => "PREVALÊNCIA DE DISTÚRBIOS HORMONAIS TIREOIDIANOS EM UMA POPULAÇÃO DE IDOSOS RESIDENTES EM COMUNIDADE"
    "resumo" => "O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial e tem levantado uma série de questões cruciais para gestores e pesquisadores não apenas dos sistemas de saúde, mas de todos os âmbitos sociais. Neste sentido, é de suma importância conhecer os efeitos desse fenômeno, tanto sobre a fisiologia dos órgãos e funcionamento celular, quanto sobre a apresentação clínica e laboratorial de doenças que possuem importância para saúde pública. O objetivo deste estudo é descrever a prevalência de distúrbios da tireoide em uma população de idosos residentes em comunidade. Trata-se de um estudo epidemiológico transversal, de base populacional e domiciliar, realizado com idosos do município de Aiquara-Ba. Participaram do estudo idosos de ambos os sexos que atenderam aos seguintes critérios de elegibilidade: ter 60 anos ou mais de idade, não institucionalizados; com residência fixa na zona urbana. Foram coletadas amostras sanguíneas para dosagem sérica de TSH e T4L para avaliação de quadros de disfunções desses hormônios. Os valores médios de TSH encontrados para mulheres e homens foram 2,7 (DP±6,5) mUI/mL e 2,2 (DP±3,8) mUI/ml, respectivamente; os valores médios de T4L foram de 1,2 (DP±0,1) ng / dL em mulheres e 1,1 (DP±0,2) ng / dL nos homens. O hipotireoidismo subclínico foi o agravo de maior prevalência (3.7%), seguido do hipertireoidismo subclínico (2.9%). As difunções da tireoid foram observadas em sua maioria nos idosos de 70 à 79 anos (41%), não-brancos (54%), do sexo feminino (56%), com baixo grau de escolaridade (62%)  e com baixa renda (85%). Conclui-se que determinantes genéticos e ambientais, bem como as precárias condições socioeconômicas, quanto alguns maus hábitos de vida (como o sedentarismo) podem influenciar essa condição de saúde dos idosos participantes deste estudo."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-1: GERONTOGERIATRIA"
    "palavra_chave" => "DISTÚRBIOS DA TIREOIDE, IDOSOS, SAÚDE PÚBLICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA2_ID1096_15082016224308.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "TUANY SANTOS SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "TUANY SOUZA"
    "autor_email" => "tuanysouza.s@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial e tem levantado uma série de questões cruciais para gestores e pesquisadores não apenas dos sistemas de saúde, mas de todos os âmbitos sociais. Neste sentido, é de suma importância conhecer os efeitos desse fenômeno, tanto sobre a fisiologia dos órgãos e funcionamento celular, quanto sobre a apresentação clínica e laboratorial de doenças que possuem importância para saúde pública. O objetivo deste estudo é descrever a prevalência de distúrbios da tireoide em uma população de idosos residentes em comunidade. Trata-se de um estudo epidemiológico transversal, de base populacional e domiciliar, realizado com idosos do município de Aiquara-Ba. Participaram do estudo idosos de ambos os sexos que atenderam aos seguintes critérios de elegibilidade: ter 60 anos ou mais de idade, não institucionalizados; com residência fixa na zona urbana. Foram coletadas amostras sanguíneas para dosagem sérica de TSH e T4L para avaliação de quadros de disfunções desses hormônios. Os valores médios de TSH encontrados para mulheres e homens foram 2,7 (DP±6,5) mUI/mL e 2,2 (DP±3,8) mUI/ml, respectivamente; os valores médios de T4L foram de 1,2 (DP±0,1) ng / dL em mulheres e 1,1 (DP±0,2) ng / dL nos homens. O hipotireoidismo subclínico foi o agravo de maior prevalência (3.7%), seguido do hipertireoidismo subclínico (2.9%). As difunções da tireoid foram observadas em sua maioria nos idosos de 70 à 79 anos (41%), não-brancos (54%), do sexo feminino (56%), com baixo grau de escolaridade (62%) e com baixa renda (85%). Conclui-se que determinantes genéticos e ambientais, bem como as precárias condições socioeconômicas, quanto alguns maus hábitos de vida (como o sedentarismo) podem influenciar essa condição de saúde dos idosos participantes deste estudo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.