Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NA SÍNDROME DO IMOBILISMO NO IDOSO: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Palavra-chaves: IMOBILIZAÇÃO, IDOSO, FISIOTERAPIA Pôster (PO) / Poster Submission AT-4: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA
"2016-11-23 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24359
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 336
    "inscrito_id" => 1824
    "titulo" => "ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NA SÍNDROME DO IMOBILISMO NO IDOSO: UMA REVISÃO DE LITERATURA"
    "resumo" => "Introdução: O conceito de mobilidade é variável, associando-se intrinsecamente ao movimento ou deslocamento no espaço, onde possibilita a independência do indivíduo. O termo imobilidade corresponde a qualquer limitação do movimento, e representa um fator importante de comprometimento da qualidade de vida em idades avançadas. No grau máximo de imobilidade, conhecido como síndrome de imobilização ou da imobilidade completa, o idoso é dependente completo com múltiplas contraturas, déficit cognitivo avançado, afasia, disfagia, incontinência urinária e fecal, úlceras de pressão. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos da atuação fisioterapêutica nos idosos com Síndrome do Imobilismo. Metodologia: Foram rastreados quatorze artigos que tivessem as palavras chaves pesquisadas no título ou resumo publicados entre 2009 até 2016, utilizando as bases de dados  ScieLo, LILACS, MEDLINE e Pubmed nos idiomas português e inglês.  Resultados: As intervenções fisioterapêuticas em pacientes idosos acamados podem minimizar o prejuízo fisiológico, gerado pela imobilidade. Os exercícios para membros inferiores podem beneficiar vários sistemas ao mesmo tempo, pois afetam tanto os ossos longitudinais, como ajuda a promover o tônus muscular e melhora a condição cardiovascular. As  atividades para os cuidados de longa duração, destaca-se a reeducação da marcha como um fator de grande importância para a independência do idoso, sendo um ponto positivo. Conclusão: A atuação da fisioterapia é realizada com a cinesioterapia entre outros métodos fisioterapêuticos, como o condicionamento cardiovascular para que o idoso tenha possibilidade de ter uma melhora do seu quadro clínico, minimizando os danos ocasionados pela síndrome do imobilismo.."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-4: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA"
    "palavra_chave" => "IMOBILIZAÇÃO, IDOSO, FISIOTERAPIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA5_ID1824_07102016203957.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "GABRIELA INGRID FERREIRA DO NASCIMENTO"
    "autor_nome_curto" => "GABRIELA NASCIM"
    "autor_email" => "gabiifnascimento@gmail.co"
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITARIO TABOSA DE ALMEIDA, ASCES-UNITA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24359
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 336
    "inscrito_id" => 1824
    "titulo" => "ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NA SÍNDROME DO IMOBILISMO NO IDOSO: UMA REVISÃO DE LITERATURA"
    "resumo" => "Introdução: O conceito de mobilidade é variável, associando-se intrinsecamente ao movimento ou deslocamento no espaço, onde possibilita a independência do indivíduo. O termo imobilidade corresponde a qualquer limitação do movimento, e representa um fator importante de comprometimento da qualidade de vida em idades avançadas. No grau máximo de imobilidade, conhecido como síndrome de imobilização ou da imobilidade completa, o idoso é dependente completo com múltiplas contraturas, déficit cognitivo avançado, afasia, disfagia, incontinência urinária e fecal, úlceras de pressão. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos da atuação fisioterapêutica nos idosos com Síndrome do Imobilismo. Metodologia: Foram rastreados quatorze artigos que tivessem as palavras chaves pesquisadas no título ou resumo publicados entre 2009 até 2016, utilizando as bases de dados  ScieLo, LILACS, MEDLINE e Pubmed nos idiomas português e inglês.  Resultados: As intervenções fisioterapêuticas em pacientes idosos acamados podem minimizar o prejuízo fisiológico, gerado pela imobilidade. Os exercícios para membros inferiores podem beneficiar vários sistemas ao mesmo tempo, pois afetam tanto os ossos longitudinais, como ajuda a promover o tônus muscular e melhora a condição cardiovascular. As  atividades para os cuidados de longa duração, destaca-se a reeducação da marcha como um fator de grande importância para a independência do idoso, sendo um ponto positivo. Conclusão: A atuação da fisioterapia é realizada com a cinesioterapia entre outros métodos fisioterapêuticos, como o condicionamento cardiovascular para que o idoso tenha possibilidade de ter uma melhora do seu quadro clínico, minimizando os danos ocasionados pela síndrome do imobilismo.."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-4: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA"
    "palavra_chave" => "IMOBILIZAÇÃO, IDOSO, FISIOTERAPIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA5_ID1824_07102016203957.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "GABRIELA INGRID FERREIRA DO NASCIMENTO"
    "autor_nome_curto" => "GABRIELA NASCIM"
    "autor_email" => "gabiifnascimento@gmail.co"
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITARIO TABOSA DE ALMEIDA, ASCES-UNITA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: O conceito de mobilidade é variável, associando-se intrinsecamente ao movimento ou deslocamento no espaço, onde possibilita a independência do indivíduo. O termo imobilidade corresponde a qualquer limitação do movimento, e representa um fator importante de comprometimento da qualidade de vida em idades avançadas. No grau máximo de imobilidade, conhecido como síndrome de imobilização ou da imobilidade completa, o idoso é dependente completo com múltiplas contraturas, déficit cognitivo avançado, afasia, disfagia, incontinência urinária e fecal, úlceras de pressão. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos da atuação fisioterapêutica nos idosos com Síndrome do Imobilismo. Metodologia: Foram rastreados quatorze artigos que tivessem as palavras chaves pesquisadas no título ou resumo publicados entre 2009 até 2016, utilizando as bases de dados ScieLo, LILACS, MEDLINE e Pubmed nos idiomas português e inglês. Resultados: As intervenções fisioterapêuticas em pacientes idosos acamados podem minimizar o prejuízo fisiológico, gerado pela imobilidade. Os exercícios para membros inferiores podem beneficiar vários sistemas ao mesmo tempo, pois afetam tanto os ossos longitudinais, como ajuda a promover o tônus muscular e melhora a condição cardiovascular. As atividades para os cuidados de longa duração, destaca-se a reeducação da marcha como um fator de grande importância para a independência do idoso, sendo um ponto positivo. Conclusão: A atuação da fisioterapia é realizada com a cinesioterapia entre outros métodos fisioterapêuticos, como o condicionamento cardiovascular para que o idoso tenha possibilidade de ter uma melhora do seu quadro clínico, minimizando os danos ocasionados pela síndrome do imobilismo..

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.