Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 150
PERFIL DE IDOSOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS ATENDIDOS EM CENTRO DE REFERÊNCIA

Palavra-chaves: ENVELHECIMENTO, IDOSOS, SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-1: GERONTOGERIATRIA

Resumo

O impacto gerado pela doença e seu tratamento aos idosos que vivem com HIV/aids afetam a funcionalidade e bem estar. O estudo teve o objetivo de descrever as características de idosos que vivem com HIV/aids atendidos Centro de referência. Pesquisa transversal, de abordagem quantitativa realizada no ambulatório do serviço de referência no atendimento a pessoas que vivem com HIV/Aids, no município de João Pessoa-PB. Critérios de inclusão: ter idade igual ou superior a 60 anos; estar em tratamento com medicação antirretroviral há pelo 6 meses; obter pontuação superior ao ponto de corte na testagem cognitiva do MEEM. A amostra do tipo não probabilística, composta por 50 idosos coletada durante o período de março a junho de 2016, por meio de um questionário estruturado sobre as características sócio demográficas dos participantes. Os dados foram digitados, armazenados e analisados no programa Microsoft Office Excel 2010. Verificou-se que 28 (56%) eram do sexo masculino, e 22 eram do sexo feminino (44%). A maioria deles se autorreferiu cor branca 24 (48 %), 14 (28%) cor preta, 12 cor parda (24%). Quanto ao estado civil 25 idosos (50%) apresentaram-se como casados ou em união estável, 11 solteiros (22%), 8 viúvos (16%) e 6 separados ou divorciados (12%). Frente a isso, é necessário que o idoso que vive com HIV/Aids receba orientações por equipe multidisciplinar para que ele possa viver na condição crônica com a reorganização dos hábitos de vida, sem discriminação, sem ideação de morte e que possa viver e expressar sua qualidade de vida.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.