Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

SEXUALIDADE DO IDOSO E O IMPACTO NA QUALIDADE DE VIDA

Palavra-chaves: SEXUALIDADE, IDOSO, QUALIDADE DE VIDA Pôster (PO) / Poster Submission AT 8: SEXUALIDADE E A PESSOA IDOSA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

O envelhecimento populacional é um dos maiores trunfos da humanidade e também um dos nossos grandes desafios. Na sociedade contemporânea ainda há uma concepção muito negativa do envelhecimento, onde a sexualidade é extinta desta faixa etária, sendo os idosos considerados pessoas desprovidas de sexualidade. Assim, justificamos esta pesquisa por acreditar ser importante, voltar o olhar para a sexualidade após os 60 anos, que é negada pela cultura, que se recusa a enxergar que a sexualidade pode conduzir um bem-estar e melhora da Qualidade de Vida (QV). O objetivo dessa pesquisa foi investigar a relação entre a sexualidade e a QV dos idosos. Tratou-se de uma revisão integrativa da literatura e foram coletados materiais que fundamentaram a construção do estudo, nas bases de dados LILACS e BIREME, de junho a setembro de 2016. Foram selecionadas 12 produções relacionadas à temática do estudo, sendo 50% em português, 10% em inglês e 40% em espanhol, as quais foram categorizadas em: sexualidade do idoso e sexualidade e qualidade de vida. A maneira como vivemos nossa sexualidade é a expressão de nossa maneira de ser. Não se pode afirmar que o idoso perca a capacidade de amar ou de ter uma vida sexual ativa. As expressões de afeto estão presentes na vida dos idosos como em qualquer outra etapa da vida, embora não se apresente da mesma forma. Concluímos que os idosos que transpõe as barreiras da cultura e das imposições e preconceitos sociais conseguem estabelecer uma vida sexual ativa e satisfatória.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.