Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

IMPLICAÇÕES DA POLIMEDICAÇÃO EM IDOSOS PORTADORES DE OSTEOPOROSE: REVISÃO INTEGRATIVA

Palavra-chaves: OSTEOPOROSE, IDOSO, POLIMEDICAÇÃO, ENVELHECIMENTO, ENVELHECIMENTO Pôster (PO) / Poster Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA
"2016-11-23 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24513
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 6
    "inscrito_id" => 10
    "titulo" => "IMPLICAÇÕES DA POLIMEDICAÇÃO EM IDOSOS PORTADORES DE OSTEOPOROSE: REVISÃO INTEGRATIVA"
    "resumo" => """
      RESUMO\r\n
      Introdução: O uso de medicamentos em idosos teve um crescimento significativo nos últimos anos devido a maior prevalência de doenças crônicas e as manifestações clínicas que acompanham o processo de envelhecimento. Justificativa: Torna-se relevante buscar na produção científica os grupos de drogas com probabilidade de reações adversas e/ ou interações medicamentosas que causam implicações para a saúde do indivíduo, neste sentido, a polimedicação na ocorrência de quedas e fraturas são incipientes tanto a nível nacional como internacional. Objetivo: Analisar a produção científica os grupos de medicamentos que causam possíveis reações adversas e interações medicamentosas em indivíduos portadores de osteoporose que fazem uso de polimedicação. Métodologia: Revisão integrativa de literatura realizada por busca no Portal de Periódicos da CAPES abrangendo artigos publicados nos últimos cinco anos. Foram obtidos 814 artigos e após a seleção foram incluídos 13 estudos. Resultados/Discussão: Verificou-se que um estudo era Ensaio Clínico Randomizado, dois de Coorte; quatro Revisões Sistemáticas; três Transversais; três Retrospectivos. Estes estudos, mostraram que a polifarmácia (>5 drogas) aumenta o risco de quedas com consequentes fraturas de quadril em 40%, bem como, o uso de três ou mais drogas psicotrópicas. A classe de medicação psicotrópica tem maior risco de fratura relacionada ao aumento do risco de quedas, tonturas, hipotensão, ganho de peso, visão turva. Conclusão: A múltipla adição de drogas em idosos com osteoporose deve ser criteriosa e baseada no quadro clínico apresentado pelo indivíduo. Assim, diante da incipiência de pesquisas na realidade brasileira, sugere-se que sejam realizadas mais pesquisas na prevalência de osteoporose.\r\n
      \r\n
      Descritores: Osteoporose; Idoso; Polimedicação; Envelhecimento; Fratura.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "OSTEOPOROSE, IDOSO, POLIMEDICAÇÃO, ENVELHECIMENTO, ENVELHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA4_ID10_29062016105406.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EDIVALDO CREMER"
    "autor_nome_curto" => "EDIVALDO CREMER"
    "autor_email" => "edivaldocremer@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24513
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 6
    "inscrito_id" => 10
    "titulo" => "IMPLICAÇÕES DA POLIMEDICAÇÃO EM IDOSOS PORTADORES DE OSTEOPOROSE: REVISÃO INTEGRATIVA"
    "resumo" => """
      RESUMO\r\n
      Introdução: O uso de medicamentos em idosos teve um crescimento significativo nos últimos anos devido a maior prevalência de doenças crônicas e as manifestações clínicas que acompanham o processo de envelhecimento. Justificativa: Torna-se relevante buscar na produção científica os grupos de drogas com probabilidade de reações adversas e/ ou interações medicamentosas que causam implicações para a saúde do indivíduo, neste sentido, a polimedicação na ocorrência de quedas e fraturas são incipientes tanto a nível nacional como internacional. Objetivo: Analisar a produção científica os grupos de medicamentos que causam possíveis reações adversas e interações medicamentosas em indivíduos portadores de osteoporose que fazem uso de polimedicação. Métodologia: Revisão integrativa de literatura realizada por busca no Portal de Periódicos da CAPES abrangendo artigos publicados nos últimos cinco anos. Foram obtidos 814 artigos e após a seleção foram incluídos 13 estudos. Resultados/Discussão: Verificou-se que um estudo era Ensaio Clínico Randomizado, dois de Coorte; quatro Revisões Sistemáticas; três Transversais; três Retrospectivos. Estes estudos, mostraram que a polifarmácia (>5 drogas) aumenta o risco de quedas com consequentes fraturas de quadril em 40%, bem como, o uso de três ou mais drogas psicotrópicas. A classe de medicação psicotrópica tem maior risco de fratura relacionada ao aumento do risco de quedas, tonturas, hipotensão, ganho de peso, visão turva. Conclusão: A múltipla adição de drogas em idosos com osteoporose deve ser criteriosa e baseada no quadro clínico apresentado pelo indivíduo. Assim, diante da incipiência de pesquisas na realidade brasileira, sugere-se que sejam realizadas mais pesquisas na prevalência de osteoporose.\r\n
      \r\n
      Descritores: Osteoporose; Idoso; Polimedicação; Envelhecimento; Fratura.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "OSTEOPOROSE, IDOSO, POLIMEDICAÇÃO, ENVELHECIMENTO, ENVELHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA4_ID10_29062016105406.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EDIVALDO CREMER"
    "autor_nome_curto" => "EDIVALDO CREMER"
    "autor_email" => "edivaldocremer@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

RESUMO Introdução: O uso de medicamentos em idosos teve um crescimento significativo nos últimos anos devido a maior prevalência de doenças crônicas e as manifestações clínicas que acompanham o processo de envelhecimento. Justificativa: Torna-se relevante buscar na produção científica os grupos de drogas com probabilidade de reações adversas e/ ou interações medicamentosas que causam implicações para a saúde do indivíduo, neste sentido, a polimedicação na ocorrência de quedas e fraturas são incipientes tanto a nível nacional como internacional. Objetivo: Analisar a produção científica os grupos de medicamentos que causam possíveis reações adversas e interações medicamentosas em indivíduos portadores de osteoporose que fazem uso de polimedicação. Métodologia: Revisão integrativa de literatura realizada por busca no Portal de Periódicos da CAPES abrangendo artigos publicados nos últimos cinco anos. Foram obtidos 814 artigos e após a seleção foram incluídos 13 estudos. Resultados/Discussão: Verificou-se que um estudo era Ensaio Clínico Randomizado, dois de Coorte; quatro Revisões Sistemáticas; três Transversais; três Retrospectivos. Estes estudos, mostraram que a polifarmácia (>5 drogas) aumenta o risco de quedas com consequentes fraturas de quadril em 40%, bem como, o uso de três ou mais drogas psicotrópicas. A classe de medicação psicotrópica tem maior risco de fratura relacionada ao aumento do risco de quedas, tonturas, hipotensão, ganho de peso, visão turva. Conclusão: A múltipla adição de drogas em idosos com osteoporose deve ser criteriosa e baseada no quadro clínico apresentado pelo indivíduo. Assim, diante da incipiência de pesquisas na realidade brasileira, sugere-se que sejam realizadas mais pesquisas na prevalência de osteoporose. Descritores: Osteoporose; Idoso; Polimedicação; Envelhecimento; Fratura.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.