Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

HIV/AIDS E TERCEIRA IDADE: UMA RELAÇÃO CADA VEZ MAIS PRÓXIMA

Palavra-chaves: TERCEIRA IDADE, HIV/AIDS, VULNERABILIDADE Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT 8: SEXUALIDADE E A PESSOA IDOSA
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24504
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 299
    "inscrito_id" => 934
    "titulo" => "HIV/AIDS E TERCEIRA IDADE: UMA RELAÇÃO CADA VEZ MAIS PRÓXIMA"
    "resumo" => "Um dos problemas de saúde relacionado ao idoso é a quantidade de pessoas acima de 60 anos com o vírus HIV, onde a taxa de incidência aumentou entre os anos de 1996 e 2006, nos homens era 5,8 aumentando para 9,4. E nas mulheres, cresceu de 1,7 passando para 5,1 por 100.000 habitantes. Objetivou-se analisar a vulnerabilidade ao HIV/AIDS na terceira idade. Trata-se de uma pesquisa descritiva, exploratória e de caráter qualitativo, realizado no Hospital Regional Rafael Fernandes em Mossoró/RN, com uma mostra de sete idosos. A coleta de dados foi por meio de um roteiro de entrevista semiestruturado, onde as entrevistas foram gravadas através de um aparelho ipod para garantir a fidedignidade dos dados e a análise deu-se através de conteúdo de Bardin. O presente estudo foi realizado dentro dos preceitos éticos e bioéticos asseguradas pelas resoluções 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, 311/2007 do COFEN, e formalizado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FACENE conforme CAAE: 07199212.7.0000.5179. A pesquisa demostrou que o analfabetismo, o nível de escolaridade baixo e a falta de conhecimento relacionado à patologia influem na elevação de casos de HIV na terceira idade. Ficou claro que os indivíduos infectados tinham um nível de escolaridade baixo e nem conhecia como era essa doença, tendo relatos de que não se prevenia porque não imaginava que corria o risco de serem infectadas, buscando conhecimento sobre a doença só após ser contaminado. Outro fator importante é a falta de campanhas de educação e prevenção da AIDS destinada à terceira idade, faz com que esta população esteja geralmente menos informada sobre o HIV e possivelmente sem nenhum tipo de conhecimento. A falta de acesso às informações quanto de suporte social e serviços de referência especializados no trato de HIV/AIDS torna ainda mais difícil a prevenção, apesar da AIDS ser considerada uma enfermidade que pode acometer indivíduos de uma sociedade como um todo não está havendo um suporte adequado para esta faixa etária. Desta forma, a sociedade não está preparada para receber para esse cenário, cercando os idosos de preconceitos, pois a terceira idade é tratada como uma faixa etária assexuada, onde faz-se necessário traçar estratégias para prevenir a o HIV/AIDS e ofertar um tratamento adequado aos que já foram infectados, garantindo a qualidade de vida desses indivíduos."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT 8: SEXUALIDADE E A PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "TERCEIRA IDADE, HIV/AIDS, VULNERABILIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA9_ID934_23092016122407.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAMILE RODRIGUES COSME DE HOLANDA"
    "autor_nome_curto" => "JAMILE HOLANDA"
    "autor_email" => "jamileholanda40@gmail.com"
    "autor_ies" => "FACENE - RN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24504
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 299
    "inscrito_id" => 934
    "titulo" => "HIV/AIDS E TERCEIRA IDADE: UMA RELAÇÃO CADA VEZ MAIS PRÓXIMA"
    "resumo" => "Um dos problemas de saúde relacionado ao idoso é a quantidade de pessoas acima de 60 anos com o vírus HIV, onde a taxa de incidência aumentou entre os anos de 1996 e 2006, nos homens era 5,8 aumentando para 9,4. E nas mulheres, cresceu de 1,7 passando para 5,1 por 100.000 habitantes. Objetivou-se analisar a vulnerabilidade ao HIV/AIDS na terceira idade. Trata-se de uma pesquisa descritiva, exploratória e de caráter qualitativo, realizado no Hospital Regional Rafael Fernandes em Mossoró/RN, com uma mostra de sete idosos. A coleta de dados foi por meio de um roteiro de entrevista semiestruturado, onde as entrevistas foram gravadas através de um aparelho ipod para garantir a fidedignidade dos dados e a análise deu-se através de conteúdo de Bardin. O presente estudo foi realizado dentro dos preceitos éticos e bioéticos asseguradas pelas resoluções 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, 311/2007 do COFEN, e formalizado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FACENE conforme CAAE: 07199212.7.0000.5179. A pesquisa demostrou que o analfabetismo, o nível de escolaridade baixo e a falta de conhecimento relacionado à patologia influem na elevação de casos de HIV na terceira idade. Ficou claro que os indivíduos infectados tinham um nível de escolaridade baixo e nem conhecia como era essa doença, tendo relatos de que não se prevenia porque não imaginava que corria o risco de serem infectadas, buscando conhecimento sobre a doença só após ser contaminado. Outro fator importante é a falta de campanhas de educação e prevenção da AIDS destinada à terceira idade, faz com que esta população esteja geralmente menos informada sobre o HIV e possivelmente sem nenhum tipo de conhecimento. A falta de acesso às informações quanto de suporte social e serviços de referência especializados no trato de HIV/AIDS torna ainda mais difícil a prevenção, apesar da AIDS ser considerada uma enfermidade que pode acometer indivíduos de uma sociedade como um todo não está havendo um suporte adequado para esta faixa etária. Desta forma, a sociedade não está preparada para receber para esse cenário, cercando os idosos de preconceitos, pois a terceira idade é tratada como uma faixa etária assexuada, onde faz-se necessário traçar estratégias para prevenir a o HIV/AIDS e ofertar um tratamento adequado aos que já foram infectados, garantindo a qualidade de vida desses indivíduos."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT 8: SEXUALIDADE E A PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "TERCEIRA IDADE, HIV/AIDS, VULNERABILIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA9_ID934_23092016122407.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAMILE RODRIGUES COSME DE HOLANDA"
    "autor_nome_curto" => "JAMILE HOLANDA"
    "autor_email" => "jamileholanda40@gmail.com"
    "autor_ies" => "FACENE - RN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

Um dos problemas de saúde relacionado ao idoso é a quantidade de pessoas acima de 60 anos com o vírus HIV, onde a taxa de incidência aumentou entre os anos de 1996 e 2006, nos homens era 5,8 aumentando para 9,4. E nas mulheres, cresceu de 1,7 passando para 5,1 por 100.000 habitantes. Objetivou-se analisar a vulnerabilidade ao HIV/AIDS na terceira idade. Trata-se de uma pesquisa descritiva, exploratória e de caráter qualitativo, realizado no Hospital Regional Rafael Fernandes em Mossoró/RN, com uma mostra de sete idosos. A coleta de dados foi por meio de um roteiro de entrevista semiestruturado, onde as entrevistas foram gravadas através de um aparelho ipod para garantir a fidedignidade dos dados e a análise deu-se através de conteúdo de Bardin. O presente estudo foi realizado dentro dos preceitos éticos e bioéticos asseguradas pelas resoluções 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, 311/2007 do COFEN, e formalizado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FACENE conforme CAAE: 07199212.7.0000.5179. A pesquisa demostrou que o analfabetismo, o nível de escolaridade baixo e a falta de conhecimento relacionado à patologia influem na elevação de casos de HIV na terceira idade. Ficou claro que os indivíduos infectados tinham um nível de escolaridade baixo e nem conhecia como era essa doença, tendo relatos de que não se prevenia porque não imaginava que corria o risco de serem infectadas, buscando conhecimento sobre a doença só após ser contaminado. Outro fator importante é a falta de campanhas de educação e prevenção da AIDS destinada à terceira idade, faz com que esta população esteja geralmente menos informada sobre o HIV e possivelmente sem nenhum tipo de conhecimento. A falta de acesso às informações quanto de suporte social e serviços de referência especializados no trato de HIV/AIDS torna ainda mais difícil a prevenção, apesar da AIDS ser considerada uma enfermidade que pode acometer indivíduos de uma sociedade como um todo não está havendo um suporte adequado para esta faixa etária. Desta forma, a sociedade não está preparada para receber para esse cenário, cercando os idosos de preconceitos, pois a terceira idade é tratada como uma faixa etária assexuada, onde faz-se necessário traçar estratégias para prevenir a o HIV/AIDS e ofertar um tratamento adequado aos que já foram infectados, garantindo a qualidade de vida desses indivíduos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.