Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 182
AUTOPERCEPÇÃO DE SAÚDE EM IDOSOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

Palavra-chaves: AUTOPERCEPÇÃO, DEFICIÊNCIA INTELECTUAL, IDOSO Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: Deficiência intelectual (DI) é um estado de funcionamento caracterizado pela dificuldade em aprender informações novas e/ou complexas e em interagir socialmente. Apesar de recentes melhorias nos serviços de saúde terem proporcionado o aumento da expectativa de vida deste grupo, a compreensão do seu processo de envelhecimento permanece obscura. Uma das abordagens utilizadas na condução de estudos sobre envelhecimento é a autopercepção dos idosos em relação ao seu próprio estado de saúde. Objetivos: Analisar a autopercepção de saúde em indivíduos idosos com DI, relacionando-a à independência funcional, Índice de Massa Corporal (IMC), circunferência abdominal e presença de doenças crônicas. Metodologia: Selecionaram-se 477 indivíduos com DI, com idade a partir de 40 anos. Avaliaram-se a autopercepção de saúde dos idosos com DI, realização de atividades de vida diária (AVDs), índice de massa corporal (IMC), circunferência abdominal e presença de doenças crônicas. Resultados: Mais da metade da amostra (n=250) afirmou ter excelente ou boa saúde; Deste grupo, 73,2% demonstrou sobrepeso/obesidade, 66% apresentou risco substancialmente aumentado de complicações metabólicas, 52,7% possuía dificuldade na realização de duas ou mais AVDs e 30,9% reportou constipação crônica. A regressão logística apontou a ausência de dificuldade em 8 ou mais AVDs como um preditor significativo (p

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.