Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

A UTILIZAÇÃO DA MÚSICA COMO ATIVIDADE FÍSICA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

Palavra-chaves: SAÚDE DO IDOSO, MUSICOTERAPIA, ATIVIDADE MOTORA Pôster (PO) / Poster Submission AT-2: PRÁTICAS CLÍNICAS E TERAPÊUTICAS
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24302
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 266
    "inscrito_id" => 1169
    "titulo" => "A UTILIZAÇÃO DA MÚSICA COMO ATIVIDADE FÍSICA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO:O envelhecimento é um processo gradual, que é comum a todos os seres humano sendo impossível de reverter, por que pode causar, gradativamente perdas funcionais ao organismo do indivíduo. O processo de envelhecimento é marcado pelas mais variáveis alterações organizacionais, como por exemplo a redução do equilíbrio, da mobilidade, das capacidades fisiológicas e psicológicas.A influência da musicoterapia na saúde do idoso é bastante relevante, pois pode proporcionar uma melhora no desenvolvimento motor e cognitivo, sendo fundamental na qualidade de vida, essencialmente dos idosos institucionalizados.METODOLOGIA:O presente trabalho possui abordagem qualitativa com caráter exploratório e intervencionista. Sendo cenário escolhido para a realização desse estudo foi o Lar de idosos Lucas Zorn, localizado na cidade de cajazeiras-PB, onde é desenvolvido um projeto de extensão que utiliza a música como terapia na forma de cuidar dos idosos institucionalizados, o que favoreceu a realização deste estudo. o presente trabalho foi submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade federal de Campina Grande, campus Cajazeiras-PB, com parecer favorável CAAE n° 39138414.0000.5575. RESULTADO E DISCUSSÕES: Um determinante que contribui diretamente para a diminuição da capacidade funcional em idosos é a falta de atividade física, o qual se encontra com facilidade em instituição de longa permanência (ILP), sendo identificado esse problema, torna-se bastante relevante o uso de terapias alternativas com o objetivo de estimular a práticas de atividades físicas, uma delas é a música pois promove isto através da dança. Pode-se observar nos idoso do Lucas Zorn que através da dança eles conseguiram adaptar a musculatura a atividades antes não desenvolvidas frequentemente e com facilidade além de se divertirem durante a atividade. CONCLUSÃO: Através do uso da música como terapia nos idosos institucionalizados pode-se comprovar a efetividade desse método terapêutico no que se refere à melhora terapêutica da motilidade dos idosos, pois estes antes não desempenhariam com a mesma facilidade de hoje algumas atividades do cotidiano que diminuíam o grau de independência."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-2: PRÁTICAS CLÍNICAS E TERAPÊUTICAS"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO IDOSO, MUSICOTERAPIA, ATIVIDADE MOTORA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA3_ID1169_15082016234030.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LUCIANA SENA DE SOUZA OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "LUCIANA SENA"
    "autor_email" => "lucianasena_jr@outlook.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24302
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 266
    "inscrito_id" => 1169
    "titulo" => "A UTILIZAÇÃO DA MÚSICA COMO ATIVIDADE FÍSICA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO:O envelhecimento é um processo gradual, que é comum a todos os seres humano sendo impossível de reverter, por que pode causar, gradativamente perdas funcionais ao organismo do indivíduo. O processo de envelhecimento é marcado pelas mais variáveis alterações organizacionais, como por exemplo a redução do equilíbrio, da mobilidade, das capacidades fisiológicas e psicológicas.A influência da musicoterapia na saúde do idoso é bastante relevante, pois pode proporcionar uma melhora no desenvolvimento motor e cognitivo, sendo fundamental na qualidade de vida, essencialmente dos idosos institucionalizados.METODOLOGIA:O presente trabalho possui abordagem qualitativa com caráter exploratório e intervencionista. Sendo cenário escolhido para a realização desse estudo foi o Lar de idosos Lucas Zorn, localizado na cidade de cajazeiras-PB, onde é desenvolvido um projeto de extensão que utiliza a música como terapia na forma de cuidar dos idosos institucionalizados, o que favoreceu a realização deste estudo. o presente trabalho foi submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade federal de Campina Grande, campus Cajazeiras-PB, com parecer favorável CAAE n° 39138414.0000.5575. RESULTADO E DISCUSSÕES: Um determinante que contribui diretamente para a diminuição da capacidade funcional em idosos é a falta de atividade física, o qual se encontra com facilidade em instituição de longa permanência (ILP), sendo identificado esse problema, torna-se bastante relevante o uso de terapias alternativas com o objetivo de estimular a práticas de atividades físicas, uma delas é a música pois promove isto através da dança. Pode-se observar nos idoso do Lucas Zorn que através da dança eles conseguiram adaptar a musculatura a atividades antes não desenvolvidas frequentemente e com facilidade além de se divertirem durante a atividade. CONCLUSÃO: Através do uso da música como terapia nos idosos institucionalizados pode-se comprovar a efetividade desse método terapêutico no que se refere à melhora terapêutica da motilidade dos idosos, pois estes antes não desempenhariam com a mesma facilidade de hoje algumas atividades do cotidiano que diminuíam o grau de independência."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-2: PRÁTICAS CLÍNICAS E TERAPÊUTICAS"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO IDOSO, MUSICOTERAPIA, ATIVIDADE MOTORA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA3_ID1169_15082016234030.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LUCIANA SENA DE SOUZA OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "LUCIANA SENA"
    "autor_email" => "lucianasena_jr@outlook.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

INTRODUÇÃO:O envelhecimento é um processo gradual, que é comum a todos os seres humano sendo impossível de reverter, por que pode causar, gradativamente perdas funcionais ao organismo do indivíduo. O processo de envelhecimento é marcado pelas mais variáveis alterações organizacionais, como por exemplo a redução do equilíbrio, da mobilidade, das capacidades fisiológicas e psicológicas.A influência da musicoterapia na saúde do idoso é bastante relevante, pois pode proporcionar uma melhora no desenvolvimento motor e cognitivo, sendo fundamental na qualidade de vida, essencialmente dos idosos institucionalizados.METODOLOGIA:O presente trabalho possui abordagem qualitativa com caráter exploratório e intervencionista. Sendo cenário escolhido para a realização desse estudo foi o Lar de idosos Lucas Zorn, localizado na cidade de cajazeiras-PB, onde é desenvolvido um projeto de extensão que utiliza a música como terapia na forma de cuidar dos idosos institucionalizados, o que favoreceu a realização deste estudo. o presente trabalho foi submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade federal de Campina Grande, campus Cajazeiras-PB, com parecer favorável CAAE n° 39138414.0000.5575. RESULTADO E DISCUSSÕES: Um determinante que contribui diretamente para a diminuição da capacidade funcional em idosos é a falta de atividade física, o qual se encontra com facilidade em instituição de longa permanência (ILP), sendo identificado esse problema, torna-se bastante relevante o uso de terapias alternativas com o objetivo de estimular a práticas de atividades físicas, uma delas é a música pois promove isto através da dança. Pode-se observar nos idoso do Lucas Zorn que através da dança eles conseguiram adaptar a musculatura a atividades antes não desenvolvidas frequentemente e com facilidade além de se divertirem durante a atividade. CONCLUSÃO: Através do uso da música como terapia nos idosos institucionalizados pode-se comprovar a efetividade desse método terapêutico no que se refere à melhora terapêutica da motilidade dos idosos, pois estes antes não desempenhariam com a mesma facilidade de hoje algumas atividades do cotidiano que diminuíam o grau de independência.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.