Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NA DIMINUIÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS BRASILEIROS

Palavra-chaves: IDOSO, QUEDA, FATORES DE RISCO Pôster (PO) / Poster Submission AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24282
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 366
    "inscrito_id" => 2161
    "titulo" => "A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NA DIMINUIÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS BRASILEIROS"
    "resumo" => "Introdução: No Brasil, em torno de 32% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano entre 65 e 75 anos, 35% de 75 a 84 anos e 51% acima de 85 anos. Alguns fatores estão relacionados a diminuição da recorrência de quedas em idosos, entre eles estão o equilíbrio e o fortalecimento da musculatura, sendo que ambos podem ser melhorados através da prática de exercício físico. Objetivo: Levantar na literatura científica, estudos relacionados à importância da atividade física na diminuição de quedas da população idosa. Material e Métodos: A pesquisa foi realizada a partir das bases de dados Scielo e Bireme. A análise dos estudos envolveu leitura de títulos, resumos e textos completos. Foram incluídos estudos escritos em português, realizados com idosos (>60 anos) e publicados entre 2011 e 2015. Foram excluídos artigos de revisão, publicações apresentadas em conferência e simpósios. Resultados: A maioria dos artigos selecionados (7, de um total de 11) apresentaram resultados significativos quanto a importância da prática habitual de atividade física na prevenção de quedas. Idosos institucionalizados, frágeis e com queda recorrente apresentaram risco aumentado de quedas. Conclusão: A prática habitual de atividade física pode proporcionar, ao idoso, menor risco de queda. Além da prevenção de quedas, a atividade física atua em algumas das teorias do envelhecimento, minimizando os riscos de doenças crônicas, aumentando a autoestima e o autoconceito, favorecendo uma boa condição física e mental, garantindo a melhora da realização das atividades funcionais, além de promover independência e melhora da qualidade de vida ao idoso."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO"
    "palavra_chave" => "IDOSO, QUEDA, FATORES DE RISCO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA7_ID2161_09102016224539.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "YURI ALLAN DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "YURI ALLAN"
    "autor_email" => "yuriallan10@gmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE MAURICIO DE NASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24282
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 366
    "inscrito_id" => 2161
    "titulo" => "A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NA DIMINUIÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS BRASILEIROS"
    "resumo" => "Introdução: No Brasil, em torno de 32% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano entre 65 e 75 anos, 35% de 75 a 84 anos e 51% acima de 85 anos. Alguns fatores estão relacionados a diminuição da recorrência de quedas em idosos, entre eles estão o equilíbrio e o fortalecimento da musculatura, sendo que ambos podem ser melhorados através da prática de exercício físico. Objetivo: Levantar na literatura científica, estudos relacionados à importância da atividade física na diminuição de quedas da população idosa. Material e Métodos: A pesquisa foi realizada a partir das bases de dados Scielo e Bireme. A análise dos estudos envolveu leitura de títulos, resumos e textos completos. Foram incluídos estudos escritos em português, realizados com idosos (>60 anos) e publicados entre 2011 e 2015. Foram excluídos artigos de revisão, publicações apresentadas em conferência e simpósios. Resultados: A maioria dos artigos selecionados (7, de um total de 11) apresentaram resultados significativos quanto a importância da prática habitual de atividade física na prevenção de quedas. Idosos institucionalizados, frágeis e com queda recorrente apresentaram risco aumentado de quedas. Conclusão: A prática habitual de atividade física pode proporcionar, ao idoso, menor risco de queda. Além da prevenção de quedas, a atividade física atua em algumas das teorias do envelhecimento, minimizando os riscos de doenças crônicas, aumentando a autoestima e o autoconceito, favorecendo uma boa condição física e mental, garantindo a melhora da realização das atividades funcionais, além de promover independência e melhora da qualidade de vida ao idoso."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO"
    "palavra_chave" => "IDOSO, QUEDA, FATORES DE RISCO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA7_ID2161_09102016224539.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "YURI ALLAN DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "YURI ALLAN"
    "autor_email" => "yuriallan10@gmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE MAURICIO DE NASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: No Brasil, em torno de 32% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano entre 65 e 75 anos, 35% de 75 a 84 anos e 51% acima de 85 anos. Alguns fatores estão relacionados a diminuição da recorrência de quedas em idosos, entre eles estão o equilíbrio e o fortalecimento da musculatura, sendo que ambos podem ser melhorados através da prática de exercício físico. Objetivo: Levantar na literatura científica, estudos relacionados à importância da atividade física na diminuição de quedas da população idosa. Material e Métodos: A pesquisa foi realizada a partir das bases de dados Scielo e Bireme. A análise dos estudos envolveu leitura de títulos, resumos e textos completos. Foram incluídos estudos escritos em português, realizados com idosos (>60 anos) e publicados entre 2011 e 2015. Foram excluídos artigos de revisão, publicações apresentadas em conferência e simpósios. Resultados: A maioria dos artigos selecionados (7, de um total de 11) apresentaram resultados significativos quanto a importância da prática habitual de atividade física na prevenção de quedas. Idosos institucionalizados, frágeis e com queda recorrente apresentaram risco aumentado de quedas. Conclusão: A prática habitual de atividade física pode proporcionar, ao idoso, menor risco de queda. Além da prevenção de quedas, a atividade física atua em algumas das teorias do envelhecimento, minimizando os riscos de doenças crônicas, aumentando a autoestima e o autoconceito, favorecendo uma boa condição física e mental, garantindo a melhora da realização das atividades funcionais, além de promover independência e melhora da qualidade de vida ao idoso.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.