Artigo Anais ABRALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

Visualizações: 278
UM PROCESSO DE MIGRAÇÃO E DE SUBJETIVAÇÃO NO ROMANCE "ESSA TERRA" DE ANTONIO TORRES

Publicado em 20 de dezembro de 2012

Resumo

Este trabalho teve como objeto a realização de uma leitura do processo de subjetivação capitalista através do ambiente migratório que se apresenta no romance Essa Terra do escritor baiano Antonio Torres, com o objetivo de identificar os mecanismos que organizam e produzem rupturas semiológicas, produtoras de comportamentos esquizos. Com os conceitos de escritura de Jacques Derrida e subjetividade e singularidade de Félix Guatarri foi possível identificar como o autor constrói manifestações esquizofrênicas e de “dessemiotização”. O aporte teórico-metodológico constituiu-se na exploração da fonte primária e da pesquisa bibliográfica. Este estudo evidenciou várias marcas da captura do desejo na narrativa de uma migração mal sucedida, a partir da compreensão de que esse entre-lugar pode engendrar fragmentações semânticas que se opõem a apropriação do prazer e ao surgimento de singularidades criativas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.