Artigo Anais ABRALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

“A CINDERELA MUDOU DE IDEIA” NA ORDEM DO DIALOGISMO

Publicado em 20 de dezembro de 2012

Resumo

Na perspectiva bakhtiniana, dialogismo é a ordem do enunciado, sua natureza, sua regra, seu mandamento. Enquanto materialidade significante, o enunciado não se fecha em si mesmo, pois ele apenas se constituirá como enunciado nesse interminável diálogo entre enunciados outros, ditos alhures ou ainda não ditos. O dialogismo apresenta-se como fundamento de toda a discursividade, pois todo enunciado, enquanto materialidade discursiva, abriga um universo de vozes sociais em múltiplas relações de convergência e de divergência, de harmonia e de conflito, de aceitação e de recusa. Partindo desse princípio, o texto (na sua qualidade de enunciado) é compreendido, no seio dos estudos literários, como uma voz que dialoga com outros textos, funcionando também como ecos das vozes de seu tempo, de sua história, revelando os valores, as crenças, as vontades de verdade de uma dada formação social. Nosso trabalho, à luz dos pressupostos teóricos da Análise de Discurso, busca investigar as vozes que ecoam no conto às avessas “A cinderela mudou de ideia” de Nunila López Salamero (2009), evidenciando as vontades de verdade acerca da identidade dos sujeitos mulher e homem que desse conto fazem sítio.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.