Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

EFEITOS DA ESTIMULAÇÃO TRANSCRANIANA POR CORRENTE CONTÍNUA NO CONTROLE INIBITÓRIO E ATENÇÃO SELETIVA

Palavra-chaves: ESTIMULAÇÃO TRANSCRANIANA POR CORRENTE CONTÍNUA, CÓRTEX PRÉ-FRONTAL, INIBIÇÃO Comunicação Oral (CO) AT-09: FISIOTERAPIA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

A Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) é um tipo de estimulação cerebral não-invasiva, capaz de modular a excitabilidade cortical. A ETCC quando aplicada em indivíduos saudáveis, pode produzir uma interação entre a estimulação e a execução de tarefas, reduzindo ou melhorando o desempenho do sujeito. Dessa forma, objetivou-se avaliar os efeitos da ETCC durante a realização de tarefas executivas. Trata-se de um ensaio clínico do tipo cross-over, analítico, descritivo, com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 15 adultos jovens que foram avaliados através do roteiro de entrevista e do uso da ETCC sham, anódica e catódica, durante a realização do Stroop Test versão Victoria. A coleta de dados foi realizada no Laboratório de Neurociências e Comportamento Aplicadas (LANEC) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Os dados obtidos foram avaliados através do programa estatístico GraphPad Prism versão 5.01. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa da UEPB sob o número 43493415.9.0000.5187. A média de idade foi de 20,26±1,66 anos. Observou-se que a ETCC anódica (p>0,0001) e a catódica (p>0,0001) foram estatisticamente significativas em comparação a ETCC sham no Stroop test. Ainda, pode-se observar que a corrente catódica mostrou melhor desempenho executivo (p<0,01) que a anódica no Card 3 do Stroop test versão Victoria. Sugere-se que ambas correntes podem melhorar o desempenho executivo. Novas propostas devem ser elaboradas para investigar o efeito da ETCC sob ambas as áreas de estimulação e sua relação com o desempenho executivo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.