Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DE PACIENTES PORTADORES DE HIPOTIROIDISMO

Palavra-chaves: TIREOIDE, DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS, HORMÔNIOS, LABORATÓRIOS CLÍNICOS Comunicação Oral (CO) AT-03: FARMÁCIA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19033
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 205
    "inscrito_id" => 51
    "titulo" => "CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DE PACIENTES PORTADORES DE HIPOTIROIDISMO"
    "resumo" => "Atualmente, os distúrbios da glândula tireoide estão entre as principais doenças de evolução crônica. A secreção dos hormônios tireoidianos tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3) é regulada pela ação do hormônio estimulante da tireoide, o TSH (tireotrofina), sintetizado pela hipófise anterior. As quantidades circulantes desses hormônios devem estar em constante equilíbrio no organismo, pois o aumento ou a diminuição dos níveis séricos destes provocam uma série de reações negativas no organismo. A principal disfunção associada à glândula tireoide é o hipotireoidismo, que afeta mais as mulheres. O objetivo deste trabalho foi relatar as características demográficas de em um grupo de indivíduos portadores de hipotiroidismo atendidos por um laboratório particular de análises clínicas na cidade de Campina Grande. O presente estudo teve caráter transversal, descritivo e quantitativo, a partir de análise documental. Foram selecionados aleatoriamente 1000 pacientes do atendimento do laboratório e como critério de inclusão, foram selecionados indivíduos de ambos os sexos e variadas faixas etárias que realizaram os exames TSH, T4 Livre, Anti-TPO, T3 e T4 totais ou livres. Os resultados apontaram que 30,0% (n=300) dos pacientes apresentaram hipotireoidismo. As disfunções tireoidianas merecem atenção no que diz respeito ao tratamento medicamentoso e ao monitoramento através das dosagens hormonais, por isso a participação dos laboratórios no diagnóstico e monitoramento contínuo dos distúrbios da tireoide é fundamental."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: FARMÁCIA"
    "palavra_chave" => "TIREOIDE, DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS, HORMÔNIOS, LABORATÓRIOS CLÍNICOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD1_SA3_ID51_02052016100404.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SONALY LIMA ALBINO"
    "autor_nome_curto" => "SONALY ALBINO"
    "autor_email" => "sonaly.albino@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19033
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 205
    "inscrito_id" => 51
    "titulo" => "CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DE PACIENTES PORTADORES DE HIPOTIROIDISMO"
    "resumo" => "Atualmente, os distúrbios da glândula tireoide estão entre as principais doenças de evolução crônica. A secreção dos hormônios tireoidianos tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3) é regulada pela ação do hormônio estimulante da tireoide, o TSH (tireotrofina), sintetizado pela hipófise anterior. As quantidades circulantes desses hormônios devem estar em constante equilíbrio no organismo, pois o aumento ou a diminuição dos níveis séricos destes provocam uma série de reações negativas no organismo. A principal disfunção associada à glândula tireoide é o hipotireoidismo, que afeta mais as mulheres. O objetivo deste trabalho foi relatar as características demográficas de em um grupo de indivíduos portadores de hipotiroidismo atendidos por um laboratório particular de análises clínicas na cidade de Campina Grande. O presente estudo teve caráter transversal, descritivo e quantitativo, a partir de análise documental. Foram selecionados aleatoriamente 1000 pacientes do atendimento do laboratório e como critério de inclusão, foram selecionados indivíduos de ambos os sexos e variadas faixas etárias que realizaram os exames TSH, T4 Livre, Anti-TPO, T3 e T4 totais ou livres. Os resultados apontaram que 30,0% (n=300) dos pacientes apresentaram hipotireoidismo. As disfunções tireoidianas merecem atenção no que diz respeito ao tratamento medicamentoso e ao monitoramento através das dosagens hormonais, por isso a participação dos laboratórios no diagnóstico e monitoramento contínuo dos distúrbios da tireoide é fundamental."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: FARMÁCIA"
    "palavra_chave" => "TIREOIDE, DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS, HORMÔNIOS, LABORATÓRIOS CLÍNICOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD1_SA3_ID51_02052016100404.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SONALY LIMA ALBINO"
    "autor_nome_curto" => "SONALY ALBINO"
    "autor_email" => "sonaly.albino@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Atualmente, os distúrbios da glândula tireoide estão entre as principais doenças de evolução crônica. A secreção dos hormônios tireoidianos tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3) é regulada pela ação do hormônio estimulante da tireoide, o TSH (tireotrofina), sintetizado pela hipófise anterior. As quantidades circulantes desses hormônios devem estar em constante equilíbrio no organismo, pois o aumento ou a diminuição dos níveis séricos destes provocam uma série de reações negativas no organismo. A principal disfunção associada à glândula tireoide é o hipotireoidismo, que afeta mais as mulheres. O objetivo deste trabalho foi relatar as características demográficas de em um grupo de indivíduos portadores de hipotiroidismo atendidos por um laboratório particular de análises clínicas na cidade de Campina Grande. O presente estudo teve caráter transversal, descritivo e quantitativo, a partir de análise documental. Foram selecionados aleatoriamente 1000 pacientes do atendimento do laboratório e como critério de inclusão, foram selecionados indivíduos de ambos os sexos e variadas faixas etárias que realizaram os exames TSH, T4 Livre, Anti-TPO, T3 e T4 totais ou livres. Os resultados apontaram que 30,0% (n=300) dos pacientes apresentaram hipotireoidismo. As disfunções tireoidianas merecem atenção no que diz respeito ao tratamento medicamentoso e ao monitoramento através das dosagens hormonais, por isso a participação dos laboratórios no diagnóstico e monitoramento contínuo dos distúrbios da tireoide é fundamental.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.