Artigo Anais ABRALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

Visualizações: 181
BUSCAS DE IDENTIDADE E CRISES DE ALTERIDADE EM "MOSAICOS AZUIS DESEJOS", DE ANTONIO DE PÁDUA

Resumo

Forjados por um enunciado que revela uma “escrita de si” e de memória, os narradores de “Mosaicos Azuis Desejos”, do escritor Antonio de Pádua, ora estão distanciados dos fatos e das personagens que enunciam, ora estão próximos e/ou vivenciam a própria ação narrativa a qual descrevem. De modo que em cada capítulo percebe-se a vivência da experiência única, diversa, instável, de um personagem incapaz de sustentar-se em relacionamentos duradouros, apontando, cada capítulo em si, para relacionamentos diversos. Para problematizar e fundamentar as questões referentes aos perfis dos personagens que emergem da referida obra literária, utilizaremos como principal fonte de embasamento teórico o capítulo “Buscas de Identidade, Crises de Alteridade”, publicado no livro Presenças do Outro, do semioticista francês Eric Landowski (2002). A escolha deste pesquisador se faz importante para verificarmos a relação dos homoafetivos representados frente às adversidades impostas pela cultura dominante. Atitudes, embates e reações que revelarão a quais condições estão submetidas as "personas" tecidas por Antonio de Pádua em Mosaicos Azuis Desejos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.