Artigo Anais I CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

USO DO EXTRATO DAS CASCAS DO FRUTO DO MANDACARU COMO INDICADO ÁCIDO-BASE ALTERNATIVO EM AULAS EXPERIMENTAIS DE QUIMICA

Palavra-chaves: ENSINO, INDICADOR, ÁCIDO-BASE, QUÍMICA, QUÍMICA Pôster (PO) Licenciatura em Química
"2016-06-01 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 17721
    "edicao_id" => 41
    "trabalho_id" => 339
    "inscrito_id" => 129
    "titulo" => "USO DO EXTRATO DAS CASCAS DO FRUTO DO MANDACARU COMO INDICADO ÁCIDO-BASE ALTERNATIVO EM AULAS EXPERIMENTAIS DE QUIMICA"
    "resumo" => """
      Levando em consideração as dificuldades que os professores enfrentam para driblar os métodos tradicionais de ensino, principalmente nas aulas de química, os quais normalmente se resumem em decorar formulas e conceito, nota-se a necessidade de se fazer o uso de metodologias que facilitem o entendimento e melhorem a relação entre os conteúdos de química e o cotidiano do aluno, sendo assim, esse trabalho buscou analisar o uso da fruta do mandacaru como indicador ácido-base alternativo para aulas praticas visando levar aos estudantes a experimentação e a investigação, oferecendo o conhecimento necessário para que os mesmos busquem mais a química em seu dia-a-dia. E proporcionando uma um aprendizado mais efetivo. \r\n
      Os indicador de pH são bastante usados nos laboratórios e também uma boa alternativa para aulas experimentais. Essas substancias tem a capacidade de alterar a cor de uma solução dependendo do seu potencial hidrogeniônico. O foco desta pesquisa foram às antocianinas que são indicadores encontrados na natureza, presentes em frutas, flores e folhas, que possuem coloração na escala do vermelho ao violeta.  Partindo disso, os estudos foram feitos em cima da casca do fruto do mandacaru, que tem uma cor vermelha bastante intensa, caracterizando a presença desses pigmentos. \r\n
      Para realização dos testes as cascas foram maceradas em um almofariz, utilizando como solvente o álcool etílico 70%, e depois feita à filtragem, resultando no extrato concentrado. O qual foi adicionado em tubos de ensaio contendo: Ácido cloridríco 0,1 mol/L, água sanitária, detergente neutro e hidróxido de sódio 0,1mol/L, afim de atestar sua eficacia como um possivel indicador alternativo. \r\n
      Após os ensaios, verificou-se que o extrato modificou a cor das soluções, tornando levemente vermelho o meio acido e esverdeado o meio basico. Provando assim, que o mesmo tem potencial para ser usado em aulas praticas como indicado ácido-base.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Licenciatura em Química"
    "palavra_chave" => "ENSINO, INDICADOR, ÁCIDO-BASE, QUÍMICA, QUÍMICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV058_MD4_SA87_ID129_13052016172756.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:03"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:19:59"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DAULTON RUAN RUFINO DE SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "DAULTON RUFINO"
    "autor_email" => "daultonruan@gmail.com"
    "autor_ies" => "IFRN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais I CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2016"
    "edicao_logo" => "5e49fdc4b2730_16022020234316.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1841adc3860_22072020103957.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-01 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 17721
    "edicao_id" => 41
    "trabalho_id" => 339
    "inscrito_id" => 129
    "titulo" => "USO DO EXTRATO DAS CASCAS DO FRUTO DO MANDACARU COMO INDICADO ÁCIDO-BASE ALTERNATIVO EM AULAS EXPERIMENTAIS DE QUIMICA"
    "resumo" => """
      Levando em consideração as dificuldades que os professores enfrentam para driblar os métodos tradicionais de ensino, principalmente nas aulas de química, os quais normalmente se resumem em decorar formulas e conceito, nota-se a necessidade de se fazer o uso de metodologias que facilitem o entendimento e melhorem a relação entre os conteúdos de química e o cotidiano do aluno, sendo assim, esse trabalho buscou analisar o uso da fruta do mandacaru como indicador ácido-base alternativo para aulas praticas visando levar aos estudantes a experimentação e a investigação, oferecendo o conhecimento necessário para que os mesmos busquem mais a química em seu dia-a-dia. E proporcionando uma um aprendizado mais efetivo. \r\n
      Os indicador de pH são bastante usados nos laboratórios e também uma boa alternativa para aulas experimentais. Essas substancias tem a capacidade de alterar a cor de uma solução dependendo do seu potencial hidrogeniônico. O foco desta pesquisa foram às antocianinas que são indicadores encontrados na natureza, presentes em frutas, flores e folhas, que possuem coloração na escala do vermelho ao violeta.  Partindo disso, os estudos foram feitos em cima da casca do fruto do mandacaru, que tem uma cor vermelha bastante intensa, caracterizando a presença desses pigmentos. \r\n
      Para realização dos testes as cascas foram maceradas em um almofariz, utilizando como solvente o álcool etílico 70%, e depois feita à filtragem, resultando no extrato concentrado. O qual foi adicionado em tubos de ensaio contendo: Ácido cloridríco 0,1 mol/L, água sanitária, detergente neutro e hidróxido de sódio 0,1mol/L, afim de atestar sua eficacia como um possivel indicador alternativo. \r\n
      Após os ensaios, verificou-se que o extrato modificou a cor das soluções, tornando levemente vermelho o meio acido e esverdeado o meio basico. Provando assim, que o mesmo tem potencial para ser usado em aulas praticas como indicado ácido-base.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Licenciatura em Química"
    "palavra_chave" => "ENSINO, INDICADOR, ÁCIDO-BASE, QUÍMICA, QUÍMICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV058_MD4_SA87_ID129_13052016172756.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:03"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:19:59"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DAULTON RUAN RUFINO DE SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "DAULTON RUFINO"
    "autor_email" => "daultonruan@gmail.com"
    "autor_ies" => "IFRN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais I CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2016"
    "edicao_logo" => "5e49fdc4b2730_16022020234316.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1841adc3860_22072020103957.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-01 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 01 de junho de 2016

Resumo

Levando em consideração as dificuldades que os professores enfrentam para driblar os métodos tradicionais de ensino, principalmente nas aulas de química, os quais normalmente se resumem em decorar formulas e conceito, nota-se a necessidade de se fazer o uso de metodologias que facilitem o entendimento e melhorem a relação entre os conteúdos de química e o cotidiano do aluno, sendo assim, esse trabalho buscou analisar o uso da fruta do mandacaru como indicador ácido-base alternativo para aulas praticas visando levar aos estudantes a experimentação e a investigação, oferecendo o conhecimento necessário para que os mesmos busquem mais a química em seu dia-a-dia. E proporcionando uma um aprendizado mais efetivo. Os indicador de pH são bastante usados nos laboratórios e também uma boa alternativa para aulas experimentais. Essas substancias tem a capacidade de alterar a cor de uma solução dependendo do seu potencial hidrogeniônico. O foco desta pesquisa foram às antocianinas que são indicadores encontrados na natureza, presentes em frutas, flores e folhas, que possuem coloração na escala do vermelho ao violeta. Partindo disso, os estudos foram feitos em cima da casca do fruto do mandacaru, que tem uma cor vermelha bastante intensa, caracterizando a presença desses pigmentos. Para realização dos testes as cascas foram maceradas em um almofariz, utilizando como solvente o álcool etílico 70%, e depois feita à filtragem, resultando no extrato concentrado. O qual foi adicionado em tubos de ensaio contendo: Ácido cloridríco 0,1 mol/L, água sanitária, detergente neutro e hidróxido de sódio 0,1mol/L, afim de atestar sua eficacia como um possivel indicador alternativo. Após os ensaios, verificou-se que o extrato modificou a cor das soluções, tornando levemente vermelho o meio acido e esverdeado o meio basico. Provando assim, que o mesmo tem potencial para ser usado em aulas praticas como indicado ácido-base.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.