Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 329
AS CONTRIBUIÇÕES DA PEDAGOGIA DO OPRIMIDO PARA A FORMAÇÃO DO EDUCADOR

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, CONSCIENTIZAÇÃO, FORMAÇÃO HUMANA, PEDAGOGIA DO OPRIMIDO, PEDAGOGIA DO OPRIMIDO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Juventude, Educação Popular e de Pessoas Jovens e Adultos Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

Este trabalho apresenta reflexões sobre as contribuições das teorias de Paulo Freire para a formação do Educador. Trata-se de uma discussão decorrente da disciplina Educação Popular, do curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Ceará - UECE. Para o alcance do objetivo da investigação utilizamos como aporte metodológico uma pesquisa qualitativa de natureza bibliográfica, onde utilizamos como referência teórica o livro Pedagogia do Oprimido de Paulo Freire. A questão norteadora desse artigo pode ser descrita da seguinte maneira: Quais as contribuições da obra Pedagogia do Oprimido para a formação do educador? Freire, através dos seus escritos e experiência de vida, deixou para a área educacional inúmeras contribuições que não são possíveis apresentarmos todas no presente trabalho. No entanto, é essencial destacarmos a teoria da educação como ação libertadora, referência fundada na práxis em que educador e educando aprendem e ensinam ao mesmo tempo, em processo dinâmico e de construção constante de novos conhecimentos. As ideias e as teorias freireanas, enriquecem a sala de aula, a vida das pessoas, a atividade crítica da classe trabalhadora, por serem teorias que versam sobre a formação humana. Nessa direção entendemos ser o pensamento politico-pedagógico de Paulo Freire formador de consciência política, destacamos, portanto, essa intensa e rica obra, intitula Pedagogia do Oprimido. Palavras-Chaves: Educação, Conscientização, Formação humana, Pedagogia do Oprimido, Paulo Freire.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.