Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 251
A CONCEPÇÃO E O TRABALHO DOS PROFESSORES COM A LITERATURA INFANTIL NA COMUNIDADE DE VILA AMAZÔNIA EM PARINTINS

Palavra-chaves: LEITURA DE MUNDO, LITERATURA INFANTIL, PRÁTICA DO PROFESSOR Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Didática, Currículo, Avaliação e Práticas Escolares

Resumo

Este estudo tem como objetivo analisar a compreensão dos professores sobre a literatura infantil e seus trabalhos com esses tipos de texto na Escola Municipal Tsukasa Uyetsuka em Parintins. Pretende-se mostrar a necessidade do conhecimento do professor sobre o assunto, ou seja, o domínio no processo de leitura junto ao conhecimento da Literatura Infantil. Levando em consideração que é preciso que a criança passe por um processo que inicia-se com leituras de imagem, e depois leitura de imagem precedidas de narrativas curtas e que ao longo do percurso vão se ampliando, pois é seguindo esses processos de leitura que o professor estará fazendo de forma apropriada o trabalho com os livros, resultando em uma apoio importante para formação de leitores críticos. O que deve ser ressaltado é que esses procedimentos exigem um trabalho minucioso com a literatura que por muitos é taxada de não literária, estando dificilmente inserida no contexto acadêmico, mas que é de suma importância para iniciação a leitura. Busca-se com tudo abordar a necessidade do mediador da leitura, o “professor”, trabalhar corretamente os livros infantis, levando em consideração que o importante é que o aluno encontre na leitura algo prazeroso, significando uma forma de lazer e não um exercício feito por obrigação. Considerando a leitura um hábito importante para a formação de uma criança, devendo ser incentivado por intermédio principalmente do professor, que tem por obrigação fazer um apropriado trabalho com textos voltados para o público infantil, espera-se contribuir e ressaltar o valor dessa temática. Os tópicos foram divididos em Quatro partes: na primeira parte, abordasse a concepção de leitura de mundo e em seguida a Literatura Infantil, por conseguinte o papel do professor para relacionar essa leitura do texto com o contexto e por último foi recolhido matérias de entrevistas feitas com professores dessa área que serviram para dar o suporte a pesquisa. A abordagem metodológica ocorreu em duas etapas: a primeira com a pesquisa bibliográfica. A segunda foi o momento da pesquisa descritiva sendo de cunho qualitativo, por uso de entrevista semiestruturada aplicada a 07 professores da instituição Tsukasa Uyetsuka.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.