Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

UMA LUZ PARA OS CEGOS: UMA REFLEXÃO SOBRE OS CONCEITOS DE VER E ENXERGAR À LUZ DA LITERATURA

Palavra-chaves: FíSICA, DEFICIêNCIA VISUAL, CONCEITO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Educação Especial
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 17052
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 2052
    "inscrito_id" => 6908
    "titulo" => "UMA LUZ PARA OS CEGOS: UMA REFLEXÃO SOBRE OS CONCEITOS DE VER E ENXERGAR À LUZ DA LITERATURA"
    "resumo" => "A Física não apenas está presente em muitas áreas do conhecimento, senão também busca melhorá-las. Através do avanço tecnológico, os cegos puderam romper algumas das barreiras e, que os apartavam dos ditos normais, que os tornaram mais autônomos. Mas, esse avanço tecnológico não seria possível sem o conhecimento da Física. Portanto, ambas as áreas, a da Física e a da Tecnologia, confabulam entre si em busca de melhorar a qualidade de vida de todos. Foi através desse diálogo que a velocidade da luz pôde ser medida e calculada. Saber a velocidade da luz nos permite compreender diversos fatores, tanto os naturais como os criados pelo homem, por exemplo: os raios em uma tempestade, criar enfeites natalinos etc. Mas, há um público que não pode compreender este tema em sua totalidade: os cegos, por não conseguirem ver. Será?! Este artigo, então, visa trazer uma reflexão sobre o conceito de “ver” e “enxergar” à luz da Física, pois  se crê que só enxergamos os objetos devido à luz. E os cegos, apesar deles poderem sentir a presença da luz em um ambiente, eles são incapazes de ver os objetos. Logo, temos, por definição, dois conceitos em duas nuances: ver e enxergar à luz da Física e no sentido biológico, termos que são díspares nos sentidos expostos, ou não?!. Por se tratar de uma pesquisa de metodologia bibliográfica, esta estará pautada, sobretudo, em estudiosos do campo da Física,"
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Educação Especial"
    "palavra_chave" => "FíSICA, DEFICIêNCIA VISUAL, CONCEITO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA7_ID6908_08092015184109.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:02"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:07"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FELIPE SÉRVULO MACIEL COSTA"
    "autor_nome_curto" => "FELIPE SÉRVULO"
    "autor_email" => "felipeservulo_kripton@hot"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 17052
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 2052
    "inscrito_id" => 6908
    "titulo" => "UMA LUZ PARA OS CEGOS: UMA REFLEXÃO SOBRE OS CONCEITOS DE VER E ENXERGAR À LUZ DA LITERATURA"
    "resumo" => "A Física não apenas está presente em muitas áreas do conhecimento, senão também busca melhorá-las. Através do avanço tecnológico, os cegos puderam romper algumas das barreiras e, que os apartavam dos ditos normais, que os tornaram mais autônomos. Mas, esse avanço tecnológico não seria possível sem o conhecimento da Física. Portanto, ambas as áreas, a da Física e a da Tecnologia, confabulam entre si em busca de melhorar a qualidade de vida de todos. Foi através desse diálogo que a velocidade da luz pôde ser medida e calculada. Saber a velocidade da luz nos permite compreender diversos fatores, tanto os naturais como os criados pelo homem, por exemplo: os raios em uma tempestade, criar enfeites natalinos etc. Mas, há um público que não pode compreender este tema em sua totalidade: os cegos, por não conseguirem ver. Será?! Este artigo, então, visa trazer uma reflexão sobre o conceito de “ver” e “enxergar” à luz da Física, pois  se crê que só enxergamos os objetos devido à luz. E os cegos, apesar deles poderem sentir a presença da luz em um ambiente, eles são incapazes de ver os objetos. Logo, temos, por definição, dois conceitos em duas nuances: ver e enxergar à luz da Física e no sentido biológico, termos que são díspares nos sentidos expostos, ou não?!. Por se tratar de uma pesquisa de metodologia bibliográfica, esta estará pautada, sobretudo, em estudiosos do campo da Física,"
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Educação Especial"
    "palavra_chave" => "FíSICA, DEFICIêNCIA VISUAL, CONCEITO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA7_ID6908_08092015184109.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:02"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:07"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FELIPE SÉRVULO MACIEL COSTA"
    "autor_nome_curto" => "FELIPE SÉRVULO"
    "autor_email" => "felipeservulo_kripton@hot"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

A Física não apenas está presente em muitas áreas do conhecimento, senão também busca melhorá-las. Através do avanço tecnológico, os cegos puderam romper algumas das barreiras e, que os apartavam dos ditos normais, que os tornaram mais autônomos. Mas, esse avanço tecnológico não seria possível sem o conhecimento da Física. Portanto, ambas as áreas, a da Física e a da Tecnologia, confabulam entre si em busca de melhorar a qualidade de vida de todos. Foi através desse diálogo que a velocidade da luz pôde ser medida e calculada. Saber a velocidade da luz nos permite compreender diversos fatores, tanto os naturais como os criados pelo homem, por exemplo: os raios em uma tempestade, criar enfeites natalinos etc. Mas, há um público que não pode compreender este tema em sua totalidade: os cegos, por não conseguirem ver. Será?! Este artigo, então, visa trazer uma reflexão sobre o conceito de “ver” e “enxergar” à luz da Física, pois se crê que só enxergamos os objetos devido à luz. E os cegos, apesar deles poderem sentir a presença da luz em um ambiente, eles são incapazes de ver os objetos. Logo, temos, por definição, dois conceitos em duas nuances: ver e enxergar à luz da Física e no sentido biológico, termos que são díspares nos sentidos expostos, ou não?!. Por se tratar de uma pesquisa de metodologia bibliográfica, esta estará pautada, sobretudo, em estudiosos do campo da Física,

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.