Artigo Anais VII EPBEM

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-0042

ENSINO-APRENDIZAGEM DA ESCRITA E REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA NOS ANOS INICIAIS ATRAVÉS DO JOGO EDUCATIVO SOLETRANDO NUMÉRICO.

Palavra-chaves: ENSINO-APRENDIZAGEM, ESCRITA E REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA, JOGO EDUCATIVO. Pôster (PO) 09 - Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF)
"2012-11-24 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 1257
    "edicao_id" => 4
    "trabalho_id" => 170
    "inscrito_id" => 118
    "titulo" => "ENSINO-APRENDIZAGEM DA ESCRITA E REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA NOS ANOS INICIAIS ATRAVÉS DO JOGO EDUCATIVO SOLETRANDO NUMÉRICO."
    "resumo" => "Realizar a formação de capacidades intelectuais, na estruturação do pensamento na agilização do raciocínio dedutivo do aluno, na sua aplicação a problemas e situações da vida cotidiana, é o papel,  segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN, que desempenha a matemática no Ensino Fundamental. Para tal, um recurso que deve ser utilizado é o jogo, um objeto sociocultural facilitador de processos psicológicos básicos. Por isso foi criado nas aulas do curso de Licenciatura em Pedagogia e nas atividades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência - PIBID, da Universidade Federal Rural de Pernambuco, o jogo educativo Soletrando Numérico, a fim de trabalhar os conceitos de escrita e representação numérica com os 25 alunos do 1° ciclo da Escola Municipal da Guabiraba, no Recife. A utilização do jogo com esses alunos objetiva que os mesmos possam desenvolver um dos objetivos de matemática para o 1° ciclo que compreende em “interpretar e produzir escrita numérica, levando hipóteses sobre elas, com base na observação de regularidades, utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da linguagem matemática” (PCN – 1997). O jogo educativo supracitado foi elaborado para ser jogado por 5 jogadores e está fundamentado em duas peças: números móveis de 0 à 9 e 100 cartas com números da classe das unidades, dezenas, centenas e milhar. Cada carta é composta por dois balões: um contendo a representação numérica e outro a escrita desse mesmo número. O objetivo do jogo é que o jogador vencedor acerte por 5 vezes a soletração e a representação, com o auxílio dos números móveis, os números que estão presentes nas cartas. A elaboração desse jogo foi motivada pelo fato do jogo ser um facilitador do processo de ensino-aprendizagem apesar de muitos docentes segundo GOLBERT (2009) subestimarem essa necessidade, e julgar desnecessárias conexões entre os materiais e os símbolos matemáticos, materiais que segundo a mesma são validos e necessários, pois, “os métodos de ensino da escola moderna tornaram-se ativos suscitando o máximo de atividades, da parte do aprendiz, face a caracterização da aprendizagem como um processo dinâmico” (CAMPOS – 1987). Para tornar a aprendizagem da escrita e representação numérica um processo dinâmico dentre a gama de possibilidades, damos ênfase à criação de um jogo educativo, que classificam-se através de um processo de socialização e que de acordo com KISHIMOTO (2003) possui duas funções: a de proporcionar diversão e a de educar. Por fim, o jogo é considerado uma atividade necessária para que se desenvolva a aprendizagem que segundo Piaget “são essenciais na vida da criança sendo a atividade lúdica o berço das suas atividades intelectuais, indispensável por isso, à prática educativa”. (PIAGET - 1971)"
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "09 - Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF)"
    "palavra_chave" => "ENSINO-APRENDIZAGEM, ESCRITA E REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA, JOGO EDUCATIVO."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Poster_118.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 20:58:53"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULIANA FERREIRA VANDERLEI"
    "autor_nome_curto" => "JULIANA VANDERLEI"
    "autor_email" => "juliana.vanderlei@hotmail"
    "autor_ies" => "UFRPE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vii-epbem"
    "edicao_nome" => "Anais VII EPBEM"
    "edicao_evento" => "VII Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/epbem/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c09ba9bc2_16022020192219.png"
    "edicao_capa" => "5e49c06663c32_16022020192126.png"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-11-24 00:00:00"
    "publicacao_id" => 4
    "publicacao_nome" => "Anais do Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "publicacao_codigo" => "2317-0042"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 1257
    "edicao_id" => 4
    "trabalho_id" => 170
    "inscrito_id" => 118
    "titulo" => "ENSINO-APRENDIZAGEM DA ESCRITA E REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA NOS ANOS INICIAIS ATRAVÉS DO JOGO EDUCATIVO SOLETRANDO NUMÉRICO."
    "resumo" => "Realizar a formação de capacidades intelectuais, na estruturação do pensamento na agilização do raciocínio dedutivo do aluno, na sua aplicação a problemas e situações da vida cotidiana, é o papel,  segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN, que desempenha a matemática no Ensino Fundamental. Para tal, um recurso que deve ser utilizado é o jogo, um objeto sociocultural facilitador de processos psicológicos básicos. Por isso foi criado nas aulas do curso de Licenciatura em Pedagogia e nas atividades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência - PIBID, da Universidade Federal Rural de Pernambuco, o jogo educativo Soletrando Numérico, a fim de trabalhar os conceitos de escrita e representação numérica com os 25 alunos do 1° ciclo da Escola Municipal da Guabiraba, no Recife. A utilização do jogo com esses alunos objetiva que os mesmos possam desenvolver um dos objetivos de matemática para o 1° ciclo que compreende em “interpretar e produzir escrita numérica, levando hipóteses sobre elas, com base na observação de regularidades, utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da linguagem matemática” (PCN – 1997). O jogo educativo supracitado foi elaborado para ser jogado por 5 jogadores e está fundamentado em duas peças: números móveis de 0 à 9 e 100 cartas com números da classe das unidades, dezenas, centenas e milhar. Cada carta é composta por dois balões: um contendo a representação numérica e outro a escrita desse mesmo número. O objetivo do jogo é que o jogador vencedor acerte por 5 vezes a soletração e a representação, com o auxílio dos números móveis, os números que estão presentes nas cartas. A elaboração desse jogo foi motivada pelo fato do jogo ser um facilitador do processo de ensino-aprendizagem apesar de muitos docentes segundo GOLBERT (2009) subestimarem essa necessidade, e julgar desnecessárias conexões entre os materiais e os símbolos matemáticos, materiais que segundo a mesma são validos e necessários, pois, “os métodos de ensino da escola moderna tornaram-se ativos suscitando o máximo de atividades, da parte do aprendiz, face a caracterização da aprendizagem como um processo dinâmico” (CAMPOS – 1987). Para tornar a aprendizagem da escrita e representação numérica um processo dinâmico dentre a gama de possibilidades, damos ênfase à criação de um jogo educativo, que classificam-se através de um processo de socialização e que de acordo com KISHIMOTO (2003) possui duas funções: a de proporcionar diversão e a de educar. Por fim, o jogo é considerado uma atividade necessária para que se desenvolva a aprendizagem que segundo Piaget “são essenciais na vida da criança sendo a atividade lúdica o berço das suas atividades intelectuais, indispensável por isso, à prática educativa”. (PIAGET - 1971)"
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "09 - Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF)"
    "palavra_chave" => "ENSINO-APRENDIZAGEM, ESCRITA E REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA, JOGO EDUCATIVO."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Poster_118.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 20:58:53"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULIANA FERREIRA VANDERLEI"
    "autor_nome_curto" => "JULIANA VANDERLEI"
    "autor_email" => "juliana.vanderlei@hotmail"
    "autor_ies" => "UFRPE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vii-epbem"
    "edicao_nome" => "Anais VII EPBEM"
    "edicao_evento" => "VII Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/epbem/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c09ba9bc2_16022020192219.png"
    "edicao_capa" => "5e49c06663c32_16022020192126.png"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-11-24 00:00:00"
    "publicacao_id" => 4
    "publicacao_nome" => "Anais do Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "publicacao_codigo" => "2317-0042"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 24 de novembro de 2012

Resumo

Realizar a formação de capacidades intelectuais, na estruturação do pensamento na agilização do raciocínio dedutivo do aluno, na sua aplicação a problemas e situações da vida cotidiana, é o papel, segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN, que desempenha a matemática no Ensino Fundamental. Para tal, um recurso que deve ser utilizado é o jogo, um objeto sociocultural facilitador de processos psicológicos básicos. Por isso foi criado nas aulas do curso de Licenciatura em Pedagogia e nas atividades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência - PIBID, da Universidade Federal Rural de Pernambuco, o jogo educativo Soletrando Numérico, a fim de trabalhar os conceitos de escrita e representação numérica com os 25 alunos do 1° ciclo da Escola Municipal da Guabiraba, no Recife. A utilização do jogo com esses alunos objetiva que os mesmos possam desenvolver um dos objetivos de matemática para o 1° ciclo que compreende em “interpretar e produzir escrita numérica, levando hipóteses sobre elas, com base na observação de regularidades, utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da linguagem matemática” (PCN – 1997). O jogo educativo supracitado foi elaborado para ser jogado por 5 jogadores e está fundamentado em duas peças: números móveis de 0 à 9 e 100 cartas com números da classe das unidades, dezenas, centenas e milhar. Cada carta é composta por dois balões: um contendo a representação numérica e outro a escrita desse mesmo número. O objetivo do jogo é que o jogador vencedor acerte por 5 vezes a soletração e a representação, com o auxílio dos números móveis, os números que estão presentes nas cartas. A elaboração desse jogo foi motivada pelo fato do jogo ser um facilitador do processo de ensino-aprendizagem apesar de muitos docentes segundo GOLBERT (2009) subestimarem essa necessidade, e julgar desnecessárias conexões entre os materiais e os símbolos matemáticos, materiais que segundo a mesma são validos e necessários, pois, “os métodos de ensino da escola moderna tornaram-se ativos suscitando o máximo de atividades, da parte do aprendiz, face a caracterização da aprendizagem como um processo dinâmico” (CAMPOS – 1987). Para tornar a aprendizagem da escrita e representação numérica um processo dinâmico dentre a gama de possibilidades, damos ênfase à criação de um jogo educativo, que classificam-se através de um processo de socialização e que de acordo com KISHIMOTO (2003) possui duas funções: a de proporcionar diversão e a de educar. Por fim, o jogo é considerado uma atividade necessária para que se desenvolva a aprendizagem que segundo Piaget “são essenciais na vida da criança sendo a atividade lúdica o berço das suas atividades intelectuais, indispensável por isso, à prática educativa”. (PIAGET - 1971)

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.