Artigo Anais V ENID & III ENFOPROF / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS SOBRE A UTILIDADE DA MATEMÁTICA NO COTIDIANO

Palavra-chaves: MATEMÁTICA DA ESCOLA E DO COTIDIANO, PERSPECTIVA DOS ALUNOS, PRÁTICA DOCENTE Comunicação Oral (CO) Docência em Matemática: desafios, contextos e possibilidades Publicado em 21 de agosto de 2015

Resumo

Apesar dos estudos sobre o ensino da Matemática já preconizarem a sua relação com o cotidiano dos estudantes, na Educação Básica, ainda são frequentes aulas descontextualizadas, voltadas apenas ao cálculo e à utilização de símbolos. Verifica-se que não há problematizações para levar os aprendizes à reflexão, a relacionar o estudo matemático com acontecimentos do seu dia a dia. Por isto, este trabalho teve como objetivo investigar se os alunos de uma turma do 1º ano do Ensino Médio percebem que a matemática está relacionada ao seu cotidiano, apresentando-se nos objetos e/ou em situações diversas e que tem relação com a matemática da escola. Era preciso saber a relação que os alunos estabelecem, mesmo que implicitamente, entre a matemática aprendida em sala de aula e a matemática presente na vida diária. Com a pesquisa pretende-se colaborar para que os docentes possam cada vez mais procurar conectar esta ciência com a vivência extra sala de aula de seus educandos para que estes possam aprender melhor a matemática na escola, bem como possam utilizá-la de maneira mais útil em situações reais de suas vidas. A instituição de ensino investigada foi uma escola pública municipal da cidade de Frei Miguelinho/PE, onde os estudantes tiveram que responder a um questionário com 5 questões abertas, podendo expor suas opiniões sobre uma possível presença da matemática em alguns objetos e/ou situações do dia a dia. Chegou-se à conclusão de que os alunos não só percebem a presença da matemática nos objetos e/ou situações perguntados como também conseguem relacioná-los, de modo implícito, com a matemática aprendida na escola. Quanto às opiniões nas perguntas, foram apresentadas exemplificações provando a presença da matemática nas situações diárias distintas e enriquecidas de detalhes, fornecendo índices que comprovam suas percepções. Sem o conhecimento escolar sobre a matemática, não seria possível identificar e nomear os fenômenos matemáticos conforme aconteceu. Porém, para que os estudantes possam relacionar explicitamente a matemática da escola e a matemática do cotidiano é preciso um trabalho pedagógico mais consciente e relacionado às experiências dos estudantes.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.