Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 274
CATHARINA MOURA E ALBERTINA CORREIA LIMA: AS CONTINUIDADES NO DISCURSO PELOS DIREITOS DA MULHER

Palavra-chaves: FEMINISMO, , DIREITOS DA MULHER, ESCRITA FEMININA PARAIBANA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

O presente trabalho foi produzido a partir do projeto de pesquisa Quando as mulheres escrevem textos sobre educação na imprensa paraibana (1920 a 1939), vinculado ao Grupo de Estudos e Pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil” (HISTEDBR/PB), do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE, da Universidade Federal da Paraíba. A leitura apresentada se insere no campo da História da Educação privilegiando a história das mulheres e sua interface com as questões de gênero, numa abordagem histórico-documental. Objetivamente interessa destacar dois textos publicados no jornal A União, imprensa oficial do estado da Paraíba; o primeiro, de Catharina Moura, publicado em 01 de abril de 1913, é uma conferência que tem por título “Os Direitos da Mulher”; e o segundo é de Albertina Correia Lima, de 22 de fevereiro de 1933 e tem por título “A mulher e seus direitos em face de nossa legislação”. Tomando-os como fontes de leitura, desenvolve-se uma reflexão sobre o quanto o discurso em torno dos direitos femininos perdurou em diferentes épocas, e posteriormente identificam-se semelhanças e continuidades nos dois discursos sobre o tema em pauta. Após leitura dos textos citados, pode-se dizer que, mesmo havendo um intervalo de duas décadas entre suas publicações, prevalecem as semelhanças de questões a serem defendidas em prol da emancipação feminina, o que denota uma luta persistente e árdua no tempo da história moderna. As autoras argumentam sobre a inferioridade feminina, tentando convencer seus ouvintes de que isto é uma criação histórica e social da sociedade em que vivem.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.