Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA: AVALIAÇÃO DE UMA PROPOSTA DIDÁTICA AUXILIADA PELO O USO DOS TABLETS NO ENSINO DE QUÍMICA.

Palavra-chaves: ENSINO DE QUÍMICA, TABLETS, ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA Pôster (PO) Ensino de Química: investigações e vivências da realidade docente na Educação Básica Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

A tecnologia móvel está em crescente disseminação na sociedade e tem oportunizado a criação de novos espaços no processo de ensino-aprendizagem, ocorrendo uma mudança nos métodos de ensino e em particular, na disciplina de Química. Segundo Nichele e Schlemmer (2013) essas tecnologias tem auxiliado o acesso á informações, organização das informações, resoluções de problemas, numa construção dinâmica do conhecimento através do uso de dispositivos tecnológicos digitais e a internet. Neste sentido, a presente pesquisa tem como objetivo avaliar uma proposta didática de ensino auxiliada pelo uso de tablet’s para o ensino de conceitos químicos através do tema processo de tratamento da água em uma escola pública da cidade de Queimadas-PB. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa. A escolha deste assunto é justificada pela sua relevância social e na necessidade dos alunos desenvolverem uma aprendizagem dos conceitos químicos, a partir da compreensão de como ocorre o processo de tratamento de água. Além disso, essa proposta atende aos objetivos descritos pelas orientações curriculares nacionais para o ensino de Química, ao se trabalhar com a contextualização entre os conteúdos, articulando os conceitos as situações que estão no contexto dos indivíduos. Nesse sentido, foi desenvolvido uma proposta didática de ensino utilizando os tablets para estudar as etapas envolvidas durante o processo de tratamento da água e os compostos químicos usados no processo ( Filtração, decantação, floculação, cloração e densidade). Para tanto, foram selecionados vídeos que estão disponíveis na internet que continham essa informações conceituais, como também problemáticas ambientais. No decorrer das aulas os vídeos foram apresentados e discutidos sob a mediação do professor. O público alvo foram 30 alunos de turmas do 1° e 2° ano do Ensino Médio . Para avaliação da proposta de ensino entre os alunos, utilizou-se como instrumento de coleta de dados, um questionário contendo 5 questões abertas. Os resultados apontaram que os alunos aprovaram a proposta didática, se configurando como uma metodologia de ensino capaz de conduzir o processo de ensino-aprendizagem. Além disso, as atividades didáticas possibilitaram discussões sobre os conceitos químicos propostos pelo professor e sua aplicação no contexto social dos alunos. Foi possível despertar a motivação e o interesse dos alunos a partir do assunto abordado, através da utilização do uso dos Tablets. Dessa forma, pode-se concluir que essa proposta de ensino apresentada aos alunos contribuiu na formação de cidadãos capazes de exercer, com caráter protagonista, suas funções sociais e profissionais a partir de uma temática que está dentro da sua realidade cotidiana.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.