Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

O PAPEL DO RELATO REFLEXIVO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA

Palavra-chaves: FORMAÇÃO, RELATO, IDENTIDADE Comunicação Oral (CO) Abordagens em língua inglesa: reflexões e práticas docentes no contexto de formação inicial e continuada Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

Os relatos reflexivos, conforme ressalta Signorini (2006) encapsulam duas funções principais, quais sejam: dar voz ao professor e desencadeia (auto) reflexões sobre o trabalho do professor. Situado na área de Linguística Aplicada, este estudo pretende investigar o papel do relato reflexivo em contexto de formação de professores de línguas. Engajados em um processo de escrita reflexiva, voltado para as práticas de sala de aula, professores iniciantes (PIs) produziram relatos, simultaneamente instrumento de reflexão crítica e corpus da presente pesquisa. Considerando que a linguagem é um instrumento utilizado por um participante de um diálogo (o locutor) com objetivo de comunicar suas intenções para outro participante: o ouvinte, o filósofo Paul Grice esclarece que a interpretação de expressões linguísticas deve levar em consideração o contexto em que são utilizadas (MARCONDES, 2005) e por isso, na análise do relato também levou-se em considerações as máximas de Grice e as implicaturas conversacionais, sendo essas últimas provenientes da quebra de uma ou mais máximas. A partir da análise do relato reflexivo, percebeu-se a importância que a disciplina de Prática de Língua Inglesa e a prática do relato reflexivo tiveram quanto ao seu agir docente e também notou-se a interação social como um fator primordial para a realização do estágio da PI participante, que lhe permitiu um melhor desempenho e um melhor rendimento para suas aulas. Quanto às implicaturas conversacionais, estas serviram como uma estratégia da PI para esconder aspectos tidos como indesejáveis sobre sua prática e, consequentemente, sobre sua identidade profissional.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.