Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

INCLUSÃO SOCIAL: UMA TENDÊNCIA ATUAL NO CONTEXTO ESCOLAR

Palavra-chaves: INCLUSÃO, EDUCAÇÃO, APRENDIZAGEM Pôster (PO) O exercício da Pedagogia: possibilidades participativas na Educação Básica
"2014-11-22 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10018
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 198
    "inscrito_id" => 1000
    "titulo" => "INCLUSÃO SOCIAL: UMA TENDÊNCIA ATUAL NO CONTEXTO ESCOLAR"
    "resumo" => "O presente artigo vem discutir através dos grandes avanços nos processos educativos, a Inclusão Social, como forma de pensar em uma educação que preparasse as crianças e comunidade para essa nova tendência, na qual não tivesse discriminação de raça, classe social, cultura e aprendessem o verdadeiro valor do respeito, com tratamento igualitário e favorável as mudança. Nosso objetivo é analisar a Inclusão Social a partir dos progressos desse conceito e às especificidades dos educando, nas escolas preparadas para trabalharem nesse novo aspecto de diversidade, visando a democracia e cidadania, e também como um valor social que se considerado desejável, torna-se um desafio no sentido de determinar novos modos de conduzir os processo educacional para promovê-la, não somente como um conjunto de práticas, e sim uma interação dinâmica entre educadores, pais, membros da comunidade e alunos para desenvolver e manter ambientes e oportunidades educacionais que serão orientadas pelo tipo de sociedade na qual desejamos viver, trabalhando em conjunto podemos lidar com esse desafio. Conforme  experiências educacionais vivenciadas e relatadas no estágio supervisionado, as ações inclusivas, compartilhadas   com as crianças durante a formação em ambientes educacionais, podem gerar valores e grandes mudanças no futuro da nossa sociedade que estão cada vez mais indicando que os alunos não precisam ter as mesmas necessidades de aprendizagem e características, para serem integrantes, respeitados e dignos da sala de aula e os resultados ao contrário,mostram que as diferenças entre os alunos em uma sala de aula estão sendo reconhecidas como uma vantagem para a aprendizagem, permitindo assim de fato acessibilidade a Inclusão Social. Consideramos finalmente que as medidas indicadas para promover  a Inclusão Social geram mudanças e visam  neutralizar os desequilíbrios criados pela heterogeneidade das turmas do que a potencializá-las, considerando suas especificidades. A partir desse cenário, nosso artigo se fundamenta em pesquisas de campo e bibliográficas, com suporte teórico em autores que visam a autonomia e a inclusão como meios de emancipação do aluno para uma sociedade igualitária, como Freire (1964), Mantoan (2002), Ludke(1986) e Stainback (2002)."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "O exercício da Pedagogia: possibilidades participativas na Educação Básica"
    "palavra_chave" => "INCLUSÃO, EDUCAÇÃO, APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_21_10_2014_20_40_43_idinscrito_1000_8290d09286729aaadc145ea2d13bddf3.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MAHATMA MARIA SOUZA FONSECA"
    "autor_nome_curto" => "MAHATMA SOUZA"
    "autor_email" => "mhtmsouza@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10018
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 198
    "inscrito_id" => 1000
    "titulo" => "INCLUSÃO SOCIAL: UMA TENDÊNCIA ATUAL NO CONTEXTO ESCOLAR"
    "resumo" => "O presente artigo vem discutir através dos grandes avanços nos processos educativos, a Inclusão Social, como forma de pensar em uma educação que preparasse as crianças e comunidade para essa nova tendência, na qual não tivesse discriminação de raça, classe social, cultura e aprendessem o verdadeiro valor do respeito, com tratamento igualitário e favorável as mudança. Nosso objetivo é analisar a Inclusão Social a partir dos progressos desse conceito e às especificidades dos educando, nas escolas preparadas para trabalharem nesse novo aspecto de diversidade, visando a democracia e cidadania, e também como um valor social que se considerado desejável, torna-se um desafio no sentido de determinar novos modos de conduzir os processo educacional para promovê-la, não somente como um conjunto de práticas, e sim uma interação dinâmica entre educadores, pais, membros da comunidade e alunos para desenvolver e manter ambientes e oportunidades educacionais que serão orientadas pelo tipo de sociedade na qual desejamos viver, trabalhando em conjunto podemos lidar com esse desafio. Conforme  experiências educacionais vivenciadas e relatadas no estágio supervisionado, as ações inclusivas, compartilhadas   com as crianças durante a formação em ambientes educacionais, podem gerar valores e grandes mudanças no futuro da nossa sociedade que estão cada vez mais indicando que os alunos não precisam ter as mesmas necessidades de aprendizagem e características, para serem integrantes, respeitados e dignos da sala de aula e os resultados ao contrário,mostram que as diferenças entre os alunos em uma sala de aula estão sendo reconhecidas como uma vantagem para a aprendizagem, permitindo assim de fato acessibilidade a Inclusão Social. Consideramos finalmente que as medidas indicadas para promover  a Inclusão Social geram mudanças e visam  neutralizar os desequilíbrios criados pela heterogeneidade das turmas do que a potencializá-las, considerando suas especificidades. A partir desse cenário, nosso artigo se fundamenta em pesquisas de campo e bibliográficas, com suporte teórico em autores que visam a autonomia e a inclusão como meios de emancipação do aluno para uma sociedade igualitária, como Freire (1964), Mantoan (2002), Ludke(1986) e Stainback (2002)."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "O exercício da Pedagogia: possibilidades participativas na Educação Básica"
    "palavra_chave" => "INCLUSÃO, EDUCAÇÃO, APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_21_10_2014_20_40_43_idinscrito_1000_8290d09286729aaadc145ea2d13bddf3.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MAHATMA MARIA SOUZA FONSECA"
    "autor_nome_curto" => "MAHATMA SOUZA"
    "autor_email" => "mhtmsouza@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

O presente artigo vem discutir através dos grandes avanços nos processos educativos, a Inclusão Social, como forma de pensar em uma educação que preparasse as crianças e comunidade para essa nova tendência, na qual não tivesse discriminação de raça, classe social, cultura e aprendessem o verdadeiro valor do respeito, com tratamento igualitário e favorável as mudança. Nosso objetivo é analisar a Inclusão Social a partir dos progressos desse conceito e às especificidades dos educando, nas escolas preparadas para trabalharem nesse novo aspecto de diversidade, visando a democracia e cidadania, e também como um valor social que se considerado desejável, torna-se um desafio no sentido de determinar novos modos de conduzir os processo educacional para promovê-la, não somente como um conjunto de práticas, e sim uma interação dinâmica entre educadores, pais, membros da comunidade e alunos para desenvolver e manter ambientes e oportunidades educacionais que serão orientadas pelo tipo de sociedade na qual desejamos viver, trabalhando em conjunto podemos lidar com esse desafio. Conforme experiências educacionais vivenciadas e relatadas no estágio supervisionado, as ações inclusivas, compartilhadas com as crianças durante a formação em ambientes educacionais, podem gerar valores e grandes mudanças no futuro da nossa sociedade que estão cada vez mais indicando que os alunos não precisam ter as mesmas necessidades de aprendizagem e características, para serem integrantes, respeitados e dignos da sala de aula e os resultados ao contrário,mostram que as diferenças entre os alunos em uma sala de aula estão sendo reconhecidas como uma vantagem para a aprendizagem, permitindo assim de fato acessibilidade a Inclusão Social. Consideramos finalmente que as medidas indicadas para promover a Inclusão Social geram mudanças e visam neutralizar os desequilíbrios criados pela heterogeneidade das turmas do que a potencializá-las, considerando suas especificidades. A partir desse cenário, nosso artigo se fundamenta em pesquisas de campo e bibliográficas, com suporte teórico em autores que visam a autonomia e a inclusão como meios de emancipação do aluno para uma sociedade igualitária, como Freire (1964), Mantoan (2002), Ludke(1986) e Stainback (2002).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.