Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 116
EXPERIÊNCIAS COM ALFABETIZAÇÃO ATRAVÉS DA LETRA BASTÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL NO INTERIOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

Palavra-chaves: ALFABETIZAÇÃO, LETRA BASTÃO, APRENDIZAGEM Comunicação Oral (CO) LINGUAGENS, LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo central tratar sobre as contribuições que o uso da letra bastão, pode oferecer à aprendizagem e ao desenvolvimento infantil. Para tanto, primeiramente será feita uma pesquisa bibliográfica tendo como teóricos principais: Ferreiro (1996) e Cagliari (1999), Soares (1999) entre outros, como: pesquisas e experiências, de onde foi realizado uma análise sobre a utilização deste tipo de letra no processo de alfabetização. Será destacado ainda as vantagens e desvantagens com relação ao uso da letra: cursiva e bastão no processo de alfabetização. E sugeridas atividades que podem ser utilizadas por educadores para estimular o desenvolvimento das crianças e proporcionar meios facilitadores para a aprendizagem dos mesmos. O estudo procurará concluir que, utilizando a letra bastão recurso pedagógico, se estará viabilizando de forma mais rápida a apropriação do sistema de escrita, tornando para as crianças uma alfabetização e uma aprendizagem mais eficaz o destaque maior é dada a turmas de crianças com idade de quatro e matriculadas não III Nível da Escola Municipal de Ensino Infantil São Francisco (João Câmara /RN). Ao final, pode-se perceber que na educação infantil, e foi possível verificar o quando é saudável, para o aprendizado dos alunos, aprenderem a ler e escrever por meio deste tipo de letra, embora que posteriormente, aconteça o encaminhamento para a escrita de outros tipos de letras. Observou-se, ainda, que na Escola Municipal de Educação Infantil São Francisco, a avaliação é realizada acordo com o desempenho de cada criança, onde é destacado nos relatórios semestrais das aprendizagens dos alunos, o que aconteceu durante as atividades, bem como hábitos e atitudes que as crianças demonstram ao fazê-las.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.