Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR E INCLUSIVA: UMA EXPERIÊNCIA NO PIBID IF SERTÃO-PE

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO AMBIENTAL, INTERDISCIPLINARIDADE, INCLUSÃO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO AMBIENTAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Um dos grandes desafios da atualidade é o de inserir a dimensão socioambiental na prática docente. Este trabalho tem como objetivo refletir sobre como a educação ambiental de forma interdisciplinar na perspectiva inclusiva pode contribuir na formação docente dos licenciandos. Por meio de uma abordagem qualitativa, caracteriza-se pelo relato de uma experiência no subprojeto interdisciplinar na perspectiva da educação inclusiva, numa Escola Estadual no município de Petrolina – PE, através do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID. Uma das formas de superar a visão fragmentada do conhecimento é promover a interdisciplinaridade. Na Intervenção realizada por meio do Projeto, “Contextualizando os ensinos interdisciplinares através da educação ambiental”, quatro grupos, formado por licenciandos em Química, Física, Computação e Música, trabalharam os seguintes subtemas: Água, reciclagem, medicina alternativa e poluição. Durante a execução do projeto os licenciandos se envolveram, pesquisando, buscando estratégias de ensino que contemplassem as diferentes áreas das licenciaturas e atendessem à demanda da Escola. Na temática da água foi realizado um experimento com materiais alternativos sobre filtragem da água e uma visita técnica na empresa de tratamento de água da cidade. Na temática reciclagem foram confeccionados objetos a partir da reutilização de garrafas pet. A medicina alternativa foi trabalhada através da pesquisa sobre as plantas medicinais mais usadas pelas famílias e seus benefícios, coleta de mudas, confecção e plantio de uma horta suspensa com uso de garrafas pet, e, depois, colocadas no pátio da escola e, ainda, um livreto com as referidas pesquisas. A poluição foi trabalhada a partir de uma oficina de fotografia e a proposta dos alunos de identificar e fotografar os diversos tipos de poluição (hídrica, visual, atmosférica e do solo) na cidade e depois socializar as fotos e discutir possibilidades de ações. No encerramento do projeto, foi realizada uma Mostra com a participação de toda comunidade escolar no pátio de escola. Cada grupo apresentou as produções dos alunos: Experimento da água, fotografias, livreto de plantas medicinais, marca texto com frases dos alunos sobre o Meio ambiente, desenhos livres e produções artesanais com garrafas pet. Pode-se perceber que o projeto teve seu mérito, mas ainda há muito a fazer para que a perspectiva interdisciplinar e inclusiva possa promover a mudança no modo de ensinar e aprender no processo de formação de um docente reflexivo que possa agir com autonomia diante dos desafios que surgem durante o exercício profissional.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.