Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

Visualizações: 178
UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE ANÁLISE LINGUÍSTICA DA CRÔNICA “PROCURA-SE MARIDO”

Palavra-chaves: ANÁLISE LINGUÍSTICA, ENSINO REFLEXIVO DE PORTUGUÊS, GÊNERO TEXTUAL, SINTAXE FUNCIONALISTA Comunicação Oral (CO) GT05-ESTUDOS DESCRITIVOS DA GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS SOB UMA PERSPECTIVA FUNCIONALISTA

Resumo

Esta comunicação tem como objetivo apresentar uma atividade de análise linguística (AL), como proposta de um ensino que, diferentemente do ensino de gramática descontextualizado e puramente tradicionalista, considera as características próprias do gênero, o contexto e os aspectos semântico-sintáticos-pragmáticos na perspectiva funcionalista (NEVES, 2008). A pesquisa que deu suporte a este trabalho realizou-se a partir da análise linguística da crônica “Procura-se marido”, de Brenda Pereira de Jesus, na qual se estudaram os aspectos linguísticos e textuais para a compreensão do texto. A partir da atividade, verificou-se que um ensino de gramática a partir da AL fornece mais subsídios para uma aula dinâmica, produtiva e pertinente para o aluno que vise ao desenvolvimento de sua competência comunicativa e maior entendimento dos sentidos do texto estudado. Sendo assim, fazer análise linguística permite que o professor de português, em sua prática de sala de aula, forneça um ensino mais reflexivo da língua. A proposta seguiu as orientações dos PCN, bem como as sugestões de Mendonça (2006) para o trabalho com análise linguística. Destaque-se a importância de reflexão dos aspectos sintáticos e semânticos do texto (FIORIN, 2008), analisando a relação entre o texto, a situação comunicativa e o contexto de produção (FURTADO DA CUNHA, 2009). Os resultados mostram que essa proposta de atividade fornece uma possibilidade de ensino da língua que difere do ensino puro de regras gramaticais, oferecendo subsídios para que o aluno reflita sobre os usos da língua, sobre a função comunicativa da crônica e as funções sintática, semântica e pragmática dos elementos linguísticos estudados, formando, assim, sujeitos mais reflexivos, críticos e leitores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.