Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 176
RELATO DE EXPERIÊNCIA: O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA RELAÇÃO TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO DOCENTE

Palavra-chaves: FORMAÇÃO, BIOLOGIA, PRÁTICA PEDAGÓGICA Pôster (PO) DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL

Resumo

Durante o curso de licenciatura os acadêmicos se deparam com disciplinas da área da educação como didática, teoria e prática, metodologia do ensino, entre outras. Mas somente nos últimos semestres, no Estágio Supervisionado, ocorre a oportunidade de colocar na prática o que compreenderam teoricamente. O objetivo do Estágio Supervisionado é proporcionar ao aluno a oportunidade de aplicar seus conhecimentos acadêmicos em situações da prática profissional, criando a possibilidade do exercício de suas habilidades.Este trabalho é um relato de experiência que ocorreu durante o processo avaliativo na disciplina de Estágio Supervisionado I e II do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Estadual de Alagoas - UNEAL. O Estágio supervisionado I tem como objetivo a observação da dinâmica da escola, do processo ensino e aprendizagem e o Estágio Supervisionado II a regência nas turmas de Ciências do Ensino Fundamental II. Foram utilizados as experiências vividas e livros para fundamentar a pesquisa bibliográfica. Todas as observações e comentários realizados anteriormente foram baseados nas nossas experiências de estágio realizados no ano de 2012 e 2013, para atender as exigências do Estágio Supervisionado I e Estágio Supervisionado II respectivamente. O projeto de intervenção realizado no estágio I foi uma parceria construída com a professora da disciplina de ciências, no qual o tema foi “O uso de Drogas na Escola”. A proposta foi levar para os alunos do 6º ano do ensino fundamental o conhecimento sobre as consequências do uso de drogas ou entorpecentes devido estar em um ambientes de fácil acesso para as mesmas.Já o projeto de intervenção realizado no estágio II foi trabalhado “A Escola como Ferramenta na Orientação Sexual”, onde buscamos compreender um pouco mais sobre a participação da escola na orientação sexual e saúde dos adolescentes e conhecer as concepções acerca dos temas confluentes entre sexo e sexualidade por alunos do 8º ano do Ensino Fundamental. Os estágios proporcionam a possibilidade de confrontar conceitos e práticas aprendidos na formação acadêmica com o cotidiano escolar. Além de contribuir de forma significativa para a formação dos alunos de graduação em licenciaturas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.