Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

PERCEPÇÃO DO PROFESSOR DE ENSINO MEDIO, SOBRE O ENSINO DE GENÉTICA, EM ESCOLAS PUBLICAS E PRIVADAS, EM PARNAIBA, PI

Palavra-chaves: INTERDISCIPLINARIDADE, EDUCADORES, EDUCAÇÃO CONTINUADA Pôster (PO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

A genética é de grande importância para a biologia, e mesmo que muitos temas estejam presentes no cotidiano, ainda há uma grande dificuldade de compreensão por parte dos alunos. Tendo em vista que vários fatores são responsáveis pelas dificuldades do ensino-aprendizagem de genética, dentre eles destaca-se as dificuldades enfrentadas pelos professores de genética que atualmente, estão muito além do que o simples uso ou não de recursos metodológicos que ajudem no ensino e aprendizagem dos estudantes. Não basta apenas que o docente tenha formação superior e esteja comprometido em lecionar com competência se seus alunos já trazem na bagagem deficiências de aprendizagem As dificuldades encontradas pelos professores, muitas vezes estão relacionadas aos assuntos relativamente novos, como os avanços científicos e tecnológicos nos estudos genéticos que não foram abordados durante o período de formação acadêmica. Quanto aos alunos, a compreensão e a aprendizagem dos conteúdos de genética se tornam complexos devido à forma abstrata na qual esta disciplina é ministrada. Alguns autores relatam que ao investigarem a opinião dos professores de Biologia sobre o ensino de Genética, observaram que os professores estão muito distantes das inovações que acontecem com a ciência Genética e continuam passando os conceitos contidos nos livros didáticos, muitas vezes conceitos ultrapassados e errôneos. Porém, a grande maioria acredita que podem ocorrer mudanças no ensino se houver um aperfeiçoamento (educação continuada) para os professores e se eles tiverem acesso ao uso de metodologias diferenciadas. A utilização das ferramentas tecnológicas como mediadoras no processo de ensino e aprendizagem pode contribuir na abordagem e aprendizagem de conteúdos de natureza complexa e abstrata, como a genética. O presente trabalho pretendeu avaliar a partir da visão dos professores, o ensino de genética do ensino médio em escolas da rede pública e privada no município de Parnaíba-PI. A pesquisa foi realizada em 10 escolas, que estão localizadas na cidade de Parnaíba. Foi elaborado um questionário contendo 10 questões subjetivas e objetivas e aplicado aos dez professores de Biologia. Os dados foram tabulados e quantificados graficamente no programa Excel. Com relação aos recursos didáticos usados nas aulas de Genética, as respostas dos educadores foram muito variadas; sendo assim foram divididas conforme suas respectivas respostas. Dois professores da rede pública relataram que fazem experimentos, sendo que um deles disse que realiza práticas de tipagem sanguínea. Na rede particular apenas um professor afirmou que somente utiliza o livro didático, devido à ausência de data show e o laboratório ainda não estava em condições para uso de aulas práticas. Todas as escolas, com exceção de uma da rede particular, estão bem equipadas com diversos recursos didáticos para a realização das aulas de genética. O uso apenas do livro didático, conforme um dos educadores da rede privada evidencia as falhas que ainda existem na instituição de ensino.Observou-se que os educadores fazem uso de vários recursos no ensino de genética. A pesquisa concluiu que o principal entrave enfrentado pelos docentes no ensino de genética destas escolas trata-se da interdisciplinaridade entre a matemática e a presente disciplina.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.