Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

JUVENTUDE E INCLUSÃO: A PREPARAÇÃO DE JOVENS ATENDIDOS PELO PETI E CREAS PARA O MERCADO DE TRABALHO NA PARAÍBA

Palavra-chaves: PROJETO INTEGRADO DE APRENDIZAGEM, JUVENTUDE, MERCADO DE TRABALHO Comunicação Oral (CO) INCLUSÃO, DIREITOS HUMANOS E INTERCULTURALIDADE Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Por conta dos problemas socioeconômicos brasileiros, parte da juventude de nosso país vive à margem das políticas públicas que asseguram os direitos básicos como segurança, educação e saúde. É nesta perspectiva que apresentaremos o Projeto integrado de a aprendizagem profissional: adolescentes e egressos do PETI e adolescentes e jovens atendidos no CREAS/PAEFI- MSE, desenvolvido de agosto a novembro do ano de 2013, na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), do qual fazíamos parte como professoras de Língua portuguesa. Este tinha como objetivo geral integrar órgãos governamentais e não governamentais, visando implantar e implementar a educação e qualificação profissional através de conhecimentos técnicos e formativos que foram trabalhados no processo de ensino aprendizagem, estimulando e aprimorando o desenvolvimento de novas habilidades e competências. Além deste objetivo, o projeto propôs formar profissionais, sensibilizar empresas e instituições locais, articulando parcerias entre vários órgãos, como prefeitura, SENAI, SRTE, FEPETI entre outros. Assim, o projeto atendeu aos jovens egressos do PETI e adolescentes e jovens atendidos no CREAS/PAEFI- MSE, como citado anteriormente, da cidade de João Pessoa, dando-lhes a oportunidade de se capacitarem para o mercado de trabalho, já que um aparcela destes jovens são discriminados pela sociedade por terem cometido atos infracionais. Seguindo por esta linha, refletiremos sobre a proposta do projeto e os resultados alcançados, enfatizando a inserção dos jovens no mercado de trabalho, já que esse tinha como finalidade resgatar a cidadania e possibilitar a inclusão social. Nessa perspectiva, buscamos refletir sobre o Projeto Integrado de Aprendizagem por se tratar de uma intervenção política e educacional que trouxe à tona os direitos dos jovens, dando-lhes a perspectiva de uma vida mais humanizada, a partir de sua inclusão na sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.