Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

HERBÁRIO ESCOLAR: FERRAMENTA DIDÁTICA PARA APRENDIZAGEM EM UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO EM PARNAÍBA, PIAUÍ

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO BÁSICA, ENSINO DE BOTÂNICA, ESTRATÉGIA DIDÁTICA Comunicação Oral (CO) DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL
"2014-09-18 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 7364
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1583
    "inscrito_id" => 4583
    "titulo" => "HERBÁRIO ESCOLAR: FERRAMENTA DIDÁTICA PARA APRENDIZAGEM EM UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO EM PARNAÍBA, PIAUÍ"
    "resumo" => "O conteúdo de Botânica na educação básica ainda é visto pela maioria dos alunos como desmotivador, resultando na falta de interesse dos mesmos e uma das causas desta situação é a metodologia aplicada por um número ainda significativo de educadores que muitas vezes focam somente em aulas expositivas. A explosão do conhecimento biológico provocou uma transformação na tradicional divisão Botânica e Zoologia, passando também a ser analisado agora como ocorre os seus fenômenos, ou seja, não se pode mais trabalhar um conteúdo apenas com a teoria. Entretanto, a carga horária ainda é considerada curta por muitos professores e por isso muitas vezes elegem os conteúdos que consideram mais importantes, e, em alguns casos, é dada mais atenção ao conteúdo de Zoologia do que o de Botânica, estimulando os alunos a acharem que um é mais importante do que o outro. Um método de trabalho que pode ser utilizado na área de Botânica pode ser um herbário escolar, o qual é resultante do processo de preservar e acondicionar plantas coletadas para estudo. Assim, este trabalho visou desenvolver um herbário didático com a finalidade principal de promover uma vivência diferenciada com parte do conteúdo de Botânica, relacionando a teoria à prática e estimulando a percepção dos alunos acerca da importância das plantas. O trabalho foi desenvolvido em uma escola pública de ensino médio integral com duas turmas do 2º ano, nas quais se aplicou um pré-questionário para analisar o conhecimento prévio dos alunos acerca do conteúdo de Botânica e após isto realizou-se a construção de um herbário didático, em quatro fases: coleta da planta, prensagem, produção das exsicatas e identificação científica. Após a conclusão das quatro fases, aplicou-se um pós-questionário relacionado à inserção do herbário escolar paralelamente às aulas. Os resultados obtidos com a análise dos questionários demostraram que um número significativo de alunos já consideravam antes da inserção do herbário o estudo das plantas importantes e que a maioria gostaria de participar de um projeto que trabalhasse o conteúdo de Botânica. Com a inserção do herbário escolar foi perceptível que os alunos passaram a observar as plantas de uma forma diferente, relatando que agora conheciam a importância das mesmas e que esta atividade facilitou a aprendizagem em Botânica. Assim, observa-se que atividades diferenciadas funcionam como uma excelente ferramenta para despertar o interesse dos alunos, sobretudo no caso de Botânica, pois muitos ainda visualizam o estudo de plantas como abstrato e de difícil compreensão. Assim, a construção e implantação de um herbário escolar é uma ferramenta válida e que deve ser atrelada concomitantemente ao ensino de Botânica."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO BÁSICA, ENSINO DE BOTÂNICA, ESTRATÉGIA DIDÁTICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_14_08_2014_09_05_35_idinscrito_4583_0da2464631dd8b2cfd0b4ce0a6e5d49b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:54"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:26"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA DE JESUS MIRANDA NUNES"
    "autor_nome_curto" => "JESUS MIRANDA"
    "autor_email" => "mariadejesusnunes@outlook"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 7364
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1583
    "inscrito_id" => 4583
    "titulo" => "HERBÁRIO ESCOLAR: FERRAMENTA DIDÁTICA PARA APRENDIZAGEM EM UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO EM PARNAÍBA, PIAUÍ"
    "resumo" => "O conteúdo de Botânica na educação básica ainda é visto pela maioria dos alunos como desmotivador, resultando na falta de interesse dos mesmos e uma das causas desta situação é a metodologia aplicada por um número ainda significativo de educadores que muitas vezes focam somente em aulas expositivas. A explosão do conhecimento biológico provocou uma transformação na tradicional divisão Botânica e Zoologia, passando também a ser analisado agora como ocorre os seus fenômenos, ou seja, não se pode mais trabalhar um conteúdo apenas com a teoria. Entretanto, a carga horária ainda é considerada curta por muitos professores e por isso muitas vezes elegem os conteúdos que consideram mais importantes, e, em alguns casos, é dada mais atenção ao conteúdo de Zoologia do que o de Botânica, estimulando os alunos a acharem que um é mais importante do que o outro. Um método de trabalho que pode ser utilizado na área de Botânica pode ser um herbário escolar, o qual é resultante do processo de preservar e acondicionar plantas coletadas para estudo. Assim, este trabalho visou desenvolver um herbário didático com a finalidade principal de promover uma vivência diferenciada com parte do conteúdo de Botânica, relacionando a teoria à prática e estimulando a percepção dos alunos acerca da importância das plantas. O trabalho foi desenvolvido em uma escola pública de ensino médio integral com duas turmas do 2º ano, nas quais se aplicou um pré-questionário para analisar o conhecimento prévio dos alunos acerca do conteúdo de Botânica e após isto realizou-se a construção de um herbário didático, em quatro fases: coleta da planta, prensagem, produção das exsicatas e identificação científica. Após a conclusão das quatro fases, aplicou-se um pós-questionário relacionado à inserção do herbário escolar paralelamente às aulas. Os resultados obtidos com a análise dos questionários demostraram que um número significativo de alunos já consideravam antes da inserção do herbário o estudo das plantas importantes e que a maioria gostaria de participar de um projeto que trabalhasse o conteúdo de Botânica. Com a inserção do herbário escolar foi perceptível que os alunos passaram a observar as plantas de uma forma diferente, relatando que agora conheciam a importância das mesmas e que esta atividade facilitou a aprendizagem em Botânica. Assim, observa-se que atividades diferenciadas funcionam como uma excelente ferramenta para despertar o interesse dos alunos, sobretudo no caso de Botânica, pois muitos ainda visualizam o estudo de plantas como abstrato e de difícil compreensão. Assim, a construção e implantação de um herbário escolar é uma ferramenta válida e que deve ser atrelada concomitantemente ao ensino de Botânica."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO BÁSICA, ENSINO DE BOTÂNICA, ESTRATÉGIA DIDÁTICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_14_08_2014_09_05_35_idinscrito_4583_0da2464631dd8b2cfd0b4ce0a6e5d49b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:54"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:26"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA DE JESUS MIRANDA NUNES"
    "autor_nome_curto" => "JESUS MIRANDA"
    "autor_email" => "mariadejesusnunes@outlook"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O conteúdo de Botânica na educação básica ainda é visto pela maioria dos alunos como desmotivador, resultando na falta de interesse dos mesmos e uma das causas desta situação é a metodologia aplicada por um número ainda significativo de educadores que muitas vezes focam somente em aulas expositivas. A explosão do conhecimento biológico provocou uma transformação na tradicional divisão Botânica e Zoologia, passando também a ser analisado agora como ocorre os seus fenômenos, ou seja, não se pode mais trabalhar um conteúdo apenas com a teoria. Entretanto, a carga horária ainda é considerada curta por muitos professores e por isso muitas vezes elegem os conteúdos que consideram mais importantes, e, em alguns casos, é dada mais atenção ao conteúdo de Zoologia do que o de Botânica, estimulando os alunos a acharem que um é mais importante do que o outro. Um método de trabalho que pode ser utilizado na área de Botânica pode ser um herbário escolar, o qual é resultante do processo de preservar e acondicionar plantas coletadas para estudo. Assim, este trabalho visou desenvolver um herbário didático com a finalidade principal de promover uma vivência diferenciada com parte do conteúdo de Botânica, relacionando a teoria à prática e estimulando a percepção dos alunos acerca da importância das plantas. O trabalho foi desenvolvido em uma escola pública de ensino médio integral com duas turmas do 2º ano, nas quais se aplicou um pré-questionário para analisar o conhecimento prévio dos alunos acerca do conteúdo de Botânica e após isto realizou-se a construção de um herbário didático, em quatro fases: coleta da planta, prensagem, produção das exsicatas e identificação científica. Após a conclusão das quatro fases, aplicou-se um pós-questionário relacionado à inserção do herbário escolar paralelamente às aulas. Os resultados obtidos com a análise dos questionários demostraram que um número significativo de alunos já consideravam antes da inserção do herbário o estudo das plantas importantes e que a maioria gostaria de participar de um projeto que trabalhasse o conteúdo de Botânica. Com a inserção do herbário escolar foi perceptível que os alunos passaram a observar as plantas de uma forma diferente, relatando que agora conheciam a importância das mesmas e que esta atividade facilitou a aprendizagem em Botânica. Assim, observa-se que atividades diferenciadas funcionam como uma excelente ferramenta para despertar o interesse dos alunos, sobretudo no caso de Botânica, pois muitos ainda visualizam o estudo de plantas como abstrato e de difícil compreensão. Assim, a construção e implantação de um herbário escolar é uma ferramenta válida e que deve ser atrelada concomitantemente ao ensino de Botânica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.