Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 243
EFEITO DOS INIBIDORES DA BOMBA DE PRÓTONS NA SENSIBILIDADE IN VITRO CANDIDA SPP E CRYPTOCOCCUS SPP

Palavra-chaves: INIBIDORES DE BOMBA DE PRÓTONS, SUSCEPTIBILIDADE ANTIFÚNGICA, CANDIDA SPP, CRYPTOCOCCUS SPP, Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 05: Ciências da Saúde: abordagens na Pesquisa e no Ensino Publicado em 10 de dezembro de 2020

Resumo

A INCIDÊNCIA DE INFECÇÕES FÚNGICAS OPORTUNISTAS TEM AUMENTADO CONTINUAMENTE, PRINCIPALMENTE CAUSADAS POR ESPÉCIES DE CANDIDA SPP E CRYPTOCOCCUS SPP. O LIMITADO ARSENAL TERAPÊUTICO, A TOXICIDADE DOS FÁRMACOS ANTIFÚNGICOS UTILIZADOS JUNTAMENTE COM O DESENVOLVIMENTO DA RESISTÊNCIA TEM SE TORNADO UM GRAVE PROBLEMA CLÍNICO. COM ISSO, EXISTE A URGÊNCIA NA DESCOBERTA DE COMPOSTOS COM ATIVIDADES ANTIFÚNGICAS. O REPOSICIONAMENTO DE FÁRMACOS E ASSOCIAÇÕES TERAPÊUTICAS É UMA ABORDAGEM QUE VEM SENDO UTILIZADA PELAS VANTAGENS NA REDUÇÃO DE CUSTOS E O TEMPO DA PESQUISA.INIBIDORES DA BOMBA DE PRÓTONS (IBPS) SÃO MEDICAMENTOS QUE ATUAM ATRAVÉS DA INIBIÇÃO IRREVERSÍVEL DA BOMBA H+/K+-ATPASE NAS CÉLULAS PARIETAIS GÁSTRICAS, SÃO USADOS NO TRATAMENTO DE VÁRIOS DISTÚRBIOS RELACIONADOS AO ÁCIDO. DIANTE DESSE CONTEXTO, O OBJETIVO DESTE ESTUDO FOI RELATAR ATIVIDADE ANTIFÚNGICA IN VITRO DE INIBIDORES DE BOMBA DE PROTÓNS EM CANDIDA SPP E CRYPTOCOCCUS SPP. TRATA- SE DE UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA COM A BUSCA ELETRÔNICA DE ARTIGOS CIENTÍFICOS INDEXADOS NAS BASES DE DADOS: LATIN AMERICAN LITERATURE DATABASE ON HEALTH SCIENCES (LILACS),US NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE’S (PUBMED) E O MEDICAL LITERATURE ANALYSIS AND RETRIEVAL SYSTEM ONLINE (MEDLINE) UTILIZANDO COMO DESCRITORES: INIBIDORES DE BOMBA PRÓTONS, CANDIDA SPP., CRYPTOCOCCUS SPP., NO PERÍODO DE 2015 A 2020. ESTUDOS MOSTRARAM QUE OS IBPS APRESENTAM ATIVIDADE ANTIFÚNGICA NAS CEPAS CANDIDA SPP. E CRYPTOCOCCUS SPP., E INIBIRAM SIGNIFICATIVAMENTE OS FATORES DE VIRULÊNCIA. ESSES ACHADOS FORNECEM A DESCOBERTA DA ATIVIDADE ANTIFÚNGICA E NOVAS POSSÍVEIS ABORDAGENS PARA O TRATAMENTO DA CANDIDÍASE E CRIPTOCOCCOSE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.