Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ESTUDANTES 5º ANO INTERPRETANDO INFORMAÇÕES REPRESENTADAS EM GRÁFICOS DE BARRAS E DE LINHA

Palavra-chaves: GRÁFICOS, ALUNOS DOS ANOS INICIAIS, INTERPRETAÇÃO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

A utilização de gráficos estatísticos para comunicar informações de forma rápida e resumida em nossa sociedade é cada vez mais frequente, principalmente pela mídia. Desse modo, de fundamental importância saber ler, interpretar e fazer inferências de informações que aparecem em gráficos de diferentes tipos. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo analisar o desempenho de estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental de duas escolas públicas da região metropolitana do Recife, ao realizarem atividades que requeriam a habilidade de interpretam informações representadas em gráficos de barras e de linha. Para tal aplicamos um teste contento 2 questões que exploram interpretação de gráfico, sendo que a 1ª apresentava um gráfico de linha e a 2ª um de barras. Além disso, em cada gráfico exibia cinco perguntas, que exploravam habilidades distintas, sendo elas: indicar variabilidade dos dados, localizar ponto máximo, localizar ponto mínimo, localizar frequência a partir de uma categoria, e comparar dados. Os resultados revelaram que os alunos apresentaram um bom desempenho no teste, independente do tipo de gráfico (barras e linha) utilizado nas questões, visto que acertaram 68,7%. Constatamos, ainda, que nas perguntas que requeriam a localização do ponto máximo, de ponto mínimo e a de localização da frequência a partir de categoria, os alunos não apresentaram dificuldades para respondê-las, vistos que apresentaram percentuais de acerto superior 87%. Entretanto, nas perguntas de comparação entre dados, o desempenho foi mediano, e, nas de variabilidade dos dados, os percentuais de acertos foram muito baixo, sendo inferiores a 30%. Desse modo, esperamos que tais resultados possam contribuir para um melhor direcionamento das práticas docentes. Na busca de que os alunos tenham iguais condições de interpretar informações representadas em diferentes tipos de gráficos, independente do tipo de habilidade trabalhada, dada à importância social que essa representação vez assumindo na comunicação de dados.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.