Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 180
ESTÁGIO SUPERVISIONADO: DIÁLOGOS E CONTRIBUIÇÕES NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA

Palavra-chaves: ESTÁGIO SUPERVISIONADO, FORMAÇÃO DOCENTE, ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA Comunicação Oral (CO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Resumo

Sabemos da importância que o Estágio Supervisionado tem nos cursos de licenciaturas, contribuindo assim com a formação docente do professor de português. Sabemos também, que a formação do professor se dará pela observação, ou seja, pela tentativa de reprodução dessa prática modelar (cf. Pimenta e Lima, 2010). Todavia vale ressalvar a importância de conhecer o contexto escolar, sendo fundamental para o enriquecimento do nosso conhecimento. Pois este nos auxilia em possíveis situações encontradas nas nossas futuras práticas educativas. Indo a encontro a estes questionamentos, o presente trabalho tem como objetivo analisar e ao mesmo tempo refletir as práticas dos professores de língua portuguesa, assim como a importância do Estágio Supervisionado ao licenciando, bem como as contribuições dadas na própria formação docente do futuro professor de Língua Portuguesa, a partir das observações do Estágio Supervisionado. Porém, sabemos que muitos professores ainda utilizam-se de práticas tradicionalistas, o que resulta em um ensino não pautado no texto. Fazendo com que as aulas de LP (Língua Portuguesa) se distanciem cada vez mais do ensino sob a perspectiva interacional da língua. Todavia evidenciaremos as práticas dos professores da atualidade e como novas abordagens de ensino-aprendizagem podem influenciar na formação docente. No entanto, tomamos como ponto de partida as observações do estágio, quando na oportunidade estávamos matriculados na disciplina de Estágio Supervisionado I, do curso de Licenciatura Plena em Letras na Universidade Estadual da Paraíba. Sendo assim, a nossa pesquisa tem por finalidade mostrar como essas observações de estágio ajuda-nos em futuras atuações como professores de Língua Portuguesa. Usaremos como aporte teórico PIMENTA E LIMA (2010), que enaltece nosso questionamento sobre a importância do estágio supervisionado na formação docente, como também ANTUNES (2003) que esclarece sobre o ensino de língua portuguesa sobre três eixos: leitura, escrita e gramática, assim como outros que corroborem diretamente com esta propositura.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.