Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 282
ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO MUNICÍPIO DE SOBRAL/CE

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, LIVRO DIDÁTICO, ALFABETIZAÇÃO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O presente artigo tem por finalidade conhecer e analisar a história e utilização do Livro Didático – LD, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos - EJA, no Brasil. A pesquisa é de natureza qualitativa, tendo sido desenvolvida em duas etapas; Na primeira etapa foi realizada revisão bibliográfica ancorada nos autores: Freire (1996), Vale (2005) que estudam a EJA. A segunda etapa constou de uma pesquisa de campo desenvolvida na Escola Padre Osvaldo Chaves, localizada no Município de Sobral- Ce, tendo em vista que a instituição recebe seus livros didáticos através do MEC – Ministério da Educação e Cultura. A pesquisa de campo se deu a partir de entrevistas com questionários semi-estruturados junto aos professores da EJA desta instituição, além da observação das ações desenvolvidas em sala de aula. Sabe-se que a utilização do LD nas salas da EJA como auxílio para a melhoria da aprendizagem, deve se constituir em um material adequado e que disponibilize conteúdos que ajudem os alunos no caminho da compreensão, porém, a pesquisa de campo tornou perceptível a grande diferença entre o que está proposto no Plano Curricular Nacional – PCN,no que diz respeito à elaboração do livro didático da EJA, para o que realmente há na prática. O Livro Didático, de acordo com o PCN, busca e fundamenta-se no que é preciso e necessário para melhor atender aos estudantes de EJA, no entanto, percebeu-se que o livro adotado pelo MEC e utilizado pela referida escola é incoerente com o que é proposto, apresentando conteúdos distantes do contexto do educando, sendo por sua vez pouco utilizado pelos professores, dificultando o processo de alfabetização e aprendizagem.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.