Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

EDUCAÇÃO E NACIONALISMO EM TEMPOS DE GUERRA: REPRESENTAÇÕES DA IMPRENSA PARAIBANA DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, NACIONALISMO Comunicação Oral (CO) HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
"2014-09-18 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 7164
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1508
    "inscrito_id" => 3780
    "titulo" => "EDUCAÇÃO E NACIONALISMO EM TEMPOS DE GUERRA: REPRESENTAÇÕES DA IMPRENSA PARAIBANA DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)"
    "resumo" => "Este trabalho surge das pesquisas em andamento para minha dissertação de mestrado em História, pela Universidade Federal da Paraóba (UFPB), dentro da perspectiva da história da educação, com enfoque para o estado da Paraíba. Tem como pretensão perceber as representações do jornal A União no que se refere às práticas educacionais patrióticas disseminadas e intensificadas em virtude da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), especialmente após a entrada do Brasil no confronto, em agosto de 1942. Pesquisando no acervo do IHGP (Instituto Histórico e Geográfico Paraibano), foi possível perceber as ações do governo de Getúlio Vargas, de caráter nacionalista e ditatorial, visando ao incentivo da população paraibana para o patriotismo necessário ao contexto de guerra por qual passava o país. Entendendo que a educação se dá para além dos espaços formais, o jornal oficial do governo se constituiu como mecanismo formador de opinião e ideias, colaborando fortemente com a construção de uma consciência nacional de incentivo aos pracinhas que se preparavam para o combate. Dentro da perspectiva da História Cultural, a proposta é analisar de que forma o governo brasileiro, através dos periódicos, propagava práticas nacionalistas e divulgava ações pedagógicas de escolas públicas, influenciando a sociedade paraibana para a construção de valores morais e patrióticos. A metodologia utilizada foi a análise de matérias apresentadas nos jornais dentro do recorte temporal estabelecido e o embasamento em bibliografia que tratam da temática. Dialogando com Eric Hobsbawm (1999), Jörn Rüsen (2007), Vânia Cristina da Silva (2011), FONSECA (2006), dentre outros autores que se propõem a discutir a função da educação e seus desdobramentos na vida prática, tornou-se possível a realização desse intento e assim, contribuir com a historiografia da educação na Paraíba."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO, SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, NACIONALISMO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_13_08_2014_21_34_44_idinscrito_3780_a6806c98b0f60565a44f21956796a737.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:25"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DAVIANA GRANJEIRO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "DAVIANA"
    "autor_email" => "davianags@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 7164
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1508
    "inscrito_id" => 3780
    "titulo" => "EDUCAÇÃO E NACIONALISMO EM TEMPOS DE GUERRA: REPRESENTAÇÕES DA IMPRENSA PARAIBANA DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)"
    "resumo" => "Este trabalho surge das pesquisas em andamento para minha dissertação de mestrado em História, pela Universidade Federal da Paraóba (UFPB), dentro da perspectiva da história da educação, com enfoque para o estado da Paraíba. Tem como pretensão perceber as representações do jornal A União no que se refere às práticas educacionais patrióticas disseminadas e intensificadas em virtude da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), especialmente após a entrada do Brasil no confronto, em agosto de 1942. Pesquisando no acervo do IHGP (Instituto Histórico e Geográfico Paraibano), foi possível perceber as ações do governo de Getúlio Vargas, de caráter nacionalista e ditatorial, visando ao incentivo da população paraibana para o patriotismo necessário ao contexto de guerra por qual passava o país. Entendendo que a educação se dá para além dos espaços formais, o jornal oficial do governo se constituiu como mecanismo formador de opinião e ideias, colaborando fortemente com a construção de uma consciência nacional de incentivo aos pracinhas que se preparavam para o combate. Dentro da perspectiva da História Cultural, a proposta é analisar de que forma o governo brasileiro, através dos periódicos, propagava práticas nacionalistas e divulgava ações pedagógicas de escolas públicas, influenciando a sociedade paraibana para a construção de valores morais e patrióticos. A metodologia utilizada foi a análise de matérias apresentadas nos jornais dentro do recorte temporal estabelecido e o embasamento em bibliografia que tratam da temática. Dialogando com Eric Hobsbawm (1999), Jörn Rüsen (2007), Vânia Cristina da Silva (2011), FONSECA (2006), dentre outros autores que se propõem a discutir a função da educação e seus desdobramentos na vida prática, tornou-se possível a realização desse intento e assim, contribuir com a historiografia da educação na Paraíba."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO, SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, NACIONALISMO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_13_08_2014_21_34_44_idinscrito_3780_a6806c98b0f60565a44f21956796a737.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:25"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DAVIANA GRANJEIRO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "DAVIANA"
    "autor_email" => "davianags@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este trabalho surge das pesquisas em andamento para minha dissertação de mestrado em História, pela Universidade Federal da Paraóba (UFPB), dentro da perspectiva da história da educação, com enfoque para o estado da Paraíba. Tem como pretensão perceber as representações do jornal A União no que se refere às práticas educacionais patrióticas disseminadas e intensificadas em virtude da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), especialmente após a entrada do Brasil no confronto, em agosto de 1942. Pesquisando no acervo do IHGP (Instituto Histórico e Geográfico Paraibano), foi possível perceber as ações do governo de Getúlio Vargas, de caráter nacionalista e ditatorial, visando ao incentivo da população paraibana para o patriotismo necessário ao contexto de guerra por qual passava o país. Entendendo que a educação se dá para além dos espaços formais, o jornal oficial do governo se constituiu como mecanismo formador de opinião e ideias, colaborando fortemente com a construção de uma consciência nacional de incentivo aos pracinhas que se preparavam para o combate. Dentro da perspectiva da História Cultural, a proposta é analisar de que forma o governo brasileiro, através dos periódicos, propagava práticas nacionalistas e divulgava ações pedagógicas de escolas públicas, influenciando a sociedade paraibana para a construção de valores morais e patrióticos. A metodologia utilizada foi a análise de matérias apresentadas nos jornais dentro do recorte temporal estabelecido e o embasamento em bibliografia que tratam da temática. Dialogando com Eric Hobsbawm (1999), Jörn Rüsen (2007), Vânia Cristina da Silva (2011), FONSECA (2006), dentre outros autores que se propõem a discutir a função da educação e seus desdobramentos na vida prática, tornou-se possível a realização desse intento e assim, contribuir com a historiografia da educação na Paraíba.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.