Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

DIFICULDADES NO ACOLHIMENTO DE DISCENTE COM PARALISIA CEREBRAL NO ENSINO SUPERIOR: UM ESTUDO DE CASO

Palavra-chaves: PARALISIA CEREBRAL, ACOLHIMENTO, ENSINO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO ESPECIAL
"2014-09-18 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 7092
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1536
    "inscrito_id" => 32818
    "titulo" => "DIFICULDADES NO ACOLHIMENTO DE DISCENTE COM PARALISIA CEREBRAL NO ENSINO SUPERIOR: UM ESTUDO DE CASO"
    "resumo" => "As políticas públicas brasileiras nos âmbitos federal, estadual e municipal, na esteira de orientações e propostas mundiais, estão marcadas, especialmente a partir da última década do século passado, pela narrativa da educação inclusiva. Estudos realizados sobre acesso e permanência de estudantes com necessidades especiais nas Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil demonstram que as iniciativas são isoladas e insuficientes no sentido de lhes proporcionar apoio psicopedagógico para atender suas demandas. A investigação descritiva adotou uma abordagem qualitativa, utilizando-se do método Estudo de Caso. O estudo foi realizado em uma Instituição de Ensino Superior da rede federal de ensino, localizada no município de Sousa-PB, no período de março de 2013 até julho de 2014. O discente estudado apresenta diagnóstico de paralisia cerebral leve, com limitações motoras moderadas, quadros constantes de ansiedade e uso de medicamentos ansiolíticos. Durante o período da pesquisa, o discente esteve cursando disciplinas do quarto e quinto períodos do curso superior. Foi utilizada a técnica de entrevista aberta com finalidades exploratórias, para o detalhamento de questões e formulação mais precisas das dificuldades educacionais. Essa pesquisa aponta, a necessidade de se desenvolver,  programas de formação para os profissionais da educação para atuarem com portadores de paralisia cerebral. Essas ferramentas deverão servir de apoio à comunidade acadêmica para congregar as ações existentes, no que se refere a questões de acessibilidade como aquelas relativas à inclusão social, principalmente nas atividades de sala de aula. Atividades de nivelamento e contra turno são indicadas para reduzir os desníveis de formação que correram ao longo da formação acadêmica do discente."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO ESPECIAL"
    "palavra_chave" => "PARALISIA CEREBRAL, ACOLHIMENTO, ENSINO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_13_08_2014_23_04_43_idinscrito_32818_de53502b7ea6c8266ab7e5bd91121b8f.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:25"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HANNIMAN DENIZARD COSME BARBOSA"
    "autor_nome_curto" => "HANNIMAN"
    "autor_email" => "denizard_jpa@hotmail.com"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 7092
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1536
    "inscrito_id" => 32818
    "titulo" => "DIFICULDADES NO ACOLHIMENTO DE DISCENTE COM PARALISIA CEREBRAL NO ENSINO SUPERIOR: UM ESTUDO DE CASO"
    "resumo" => "As políticas públicas brasileiras nos âmbitos federal, estadual e municipal, na esteira de orientações e propostas mundiais, estão marcadas, especialmente a partir da última década do século passado, pela narrativa da educação inclusiva. Estudos realizados sobre acesso e permanência de estudantes com necessidades especiais nas Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil demonstram que as iniciativas são isoladas e insuficientes no sentido de lhes proporcionar apoio psicopedagógico para atender suas demandas. A investigação descritiva adotou uma abordagem qualitativa, utilizando-se do método Estudo de Caso. O estudo foi realizado em uma Instituição de Ensino Superior da rede federal de ensino, localizada no município de Sousa-PB, no período de março de 2013 até julho de 2014. O discente estudado apresenta diagnóstico de paralisia cerebral leve, com limitações motoras moderadas, quadros constantes de ansiedade e uso de medicamentos ansiolíticos. Durante o período da pesquisa, o discente esteve cursando disciplinas do quarto e quinto períodos do curso superior. Foi utilizada a técnica de entrevista aberta com finalidades exploratórias, para o detalhamento de questões e formulação mais precisas das dificuldades educacionais. Essa pesquisa aponta, a necessidade de se desenvolver,  programas de formação para os profissionais da educação para atuarem com portadores de paralisia cerebral. Essas ferramentas deverão servir de apoio à comunidade acadêmica para congregar as ações existentes, no que se refere a questões de acessibilidade como aquelas relativas à inclusão social, principalmente nas atividades de sala de aula. Atividades de nivelamento e contra turno são indicadas para reduzir os desníveis de formação que correram ao longo da formação acadêmica do discente."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO ESPECIAL"
    "palavra_chave" => "PARALISIA CEREBRAL, ACOLHIMENTO, ENSINO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_13_08_2014_23_04_43_idinscrito_32818_de53502b7ea6c8266ab7e5bd91121b8f.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:25"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HANNIMAN DENIZARD COSME BARBOSA"
    "autor_nome_curto" => "HANNIMAN"
    "autor_email" => "denizard_jpa@hotmail.com"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

As políticas públicas brasileiras nos âmbitos federal, estadual e municipal, na esteira de orientações e propostas mundiais, estão marcadas, especialmente a partir da última década do século passado, pela narrativa da educação inclusiva. Estudos realizados sobre acesso e permanência de estudantes com necessidades especiais nas Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil demonstram que as iniciativas são isoladas e insuficientes no sentido de lhes proporcionar apoio psicopedagógico para atender suas demandas. A investigação descritiva adotou uma abordagem qualitativa, utilizando-se do método Estudo de Caso. O estudo foi realizado em uma Instituição de Ensino Superior da rede federal de ensino, localizada no município de Sousa-PB, no período de março de 2013 até julho de 2014. O discente estudado apresenta diagnóstico de paralisia cerebral leve, com limitações motoras moderadas, quadros constantes de ansiedade e uso de medicamentos ansiolíticos. Durante o período da pesquisa, o discente esteve cursando disciplinas do quarto e quinto períodos do curso superior. Foi utilizada a técnica de entrevista aberta com finalidades exploratórias, para o detalhamento de questões e formulação mais precisas das dificuldades educacionais. Essa pesquisa aponta, a necessidade de se desenvolver, programas de formação para os profissionais da educação para atuarem com portadores de paralisia cerebral. Essas ferramentas deverão servir de apoio à comunidade acadêmica para congregar as ações existentes, no que se refere a questões de acessibilidade como aquelas relativas à inclusão social, principalmente nas atividades de sala de aula. Atividades de nivelamento e contra turno são indicadas para reduzir os desníveis de formação que correram ao longo da formação acadêmica do discente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.