Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A LEITURA E A ESCRITA NO PROCESSO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA

Palavra-chaves: RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS, LEITURA E ESCRITA EM MATEMÁTICA, ENSINO E APRENDIZAGEM Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O presente estudo tem como principal objetivo identificar as dificuldades enfrentadas pelos alunos na resolução de problemas matemáticos em sala de aula devido às deficiências de aprendizagem de Língua Portuguesa. Este trabalho busca refletir sobre o contexto da sala de aula no que se refere ao processo de ensino e aprendizagem envolvendo a leitura, escrita e interpretação de textos e enunciados de situações-problemas. Para dar conta do nosso objetivo, fundamentamos nossa pesquisa nas ideias de alguns pesquisadores importante neste campo de estudo, dos quais podemos citar carrasco (2001), Fonseca &Cardoso (2005),klüsener (2001), Smole (2001) e Santos (2005). A metodologia utilizada teve uma abordagem qualitativa e de natureza exploratória. Aplicamos dois questionários a 23 alunos de uma turma de 6º ano. No primeiro questionário a turma ficou responsável de ler, interpretar e responder de maneira individual as questões propostas. No segundo questionário, porém, o professor leu todas as questões e explicou detalhadamente tirando as dúvidas dos alunos. No primeiro questionário os alunos acertaram completamente apenas 27% das questões, enquanto que 6% acertaram parcialmente as respostas. 14% dos alunos nem mesmo tentaram responder os problemas deixando mais da metade das questões se resposta alguma. E, 53% dos alunos, erraram completamente as respostas apresentadas. No segundo questionário, 63% dos alunos acertaram corretamente as respostas dadas as questões, 17% acertaram parcialmente e, apenas 5% dos alunos deixaram alguma questão sem atribuir alguma resposta. Em relação aos erros, apenas 15% dos alunos não conseguiram acertar as respostas apresentadas às questões. A pesquisa nos permitiu concluir que a maioria dos alunos apresenta deficiências em relação à leitura e interpretação de enunciados de situações-problemas. E que esse problema afeta, de maneira geral, as demais disciplinas, revelando a necessidade que os alunos têm da presença do professor para realizar as atividades na sala de aula.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.