Artigo E-book IV DESFAZENDO GÊNERO

E-books

ISBN: 978-65-86901-06-1

Visualizações: 339
CORPOS INDÓCEIS: O DISPOSITIVO DRAG KING COMO DISRUPTIVO DO SISTEMA SEXO/GÊNERO

Palavra-chaves: ANTROPOLOGIA DA PERFORMANCE, TEORIA QUEER, DRAG KING, , E-book ST 05: CORPOS INDÓCEIS, DIVERGENTES, PERFORMATIVOS E ESTRATÉGIAS DISRUPTIVAS DE NÃO NORMALIZAÇÃO.

Resumo

ESTE TRABALHO BUSCA, PRIMEIRAMENTE, DEMONSTRAR A PRESENÇA E CONSTANTE ASCENSÃO DA CATEGORIA DE PERFORMANCE DENTRO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS. EM SEGUIDA, DISCUTE-SE A QUESTÃO DO CARÁTER MATERIAL DA PERFORMANCE – OU SEJA, COMO ELA SE FAZ POSSÍVEL APENAS NO E ATRAVÉS DO CORPO. O PASSO SEGUINTE É DISSERTAR SOBRE O GÊNERO COMO PERFORMANCE – ANÁLISE SUBSIDIADA PELOS APORTES DA TEORIA QUEER (CORRENTE EPISTEMOLÓGICA DERIVADA DO CRUZAMENTO DOS PÓS-ESTRUTURALISMO, DO FEMINISMO E DOS ESTUDOS LGBTS) E DA ANTROPOLOGIA DA PERFORMANCE (RAMO DA ANTROPOLOGIA DA EXPERIÊNCIA). SEGUIDAMENTE, O TRABALHO DISCUTIRÁ O DISPOSITIVO DRAG KING COMO UMA TECNOLOGIA QUE PROVOCA TENSÕES, RUPTURAS E PROVOCAÇÕES INTERESSANTES NO SISTEMA SEXO/GÊNERO. AO FIM SERÃO LEVANTADAS ALGUMAS QUESTÕES QUE POSSIBILITEM DISCUTIR AS APROXIMAÇÕES E DISTANCIAMENTOS ENTRE O DISPOSITIVO DRAG KING E O DRAG QUEEN, LEVANDO EM CONTA A ESTRUTURA PATRIARCAL DO REGIME POLÍTICO QUE CONDUZ O ORDENAMENTO DAS RELAÇÕES SOCIAIS. MAIS DO QUE OFERECER RESPOSTAS PRONTAS E FECHADAS EM SI MESMAS, ESTE TRABALHO SE PROPÕE A INSTIGAR, ESTIMULAR E EXCITAR O DEBATE SOBRE O SISTEMA SEXO/GÊNERO E OS BIOCÓDIGOS POLÍTICOS DELE DERIVADOS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.