Artigo Anais IV DESFAZENDO GÊNERO

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-2190

Visualizações: 234
A ANÁLISE DO GÊNERO FEMININO NO ENSINO DE FÍSICA E SUA CONSTRUÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR

Palavra-chaves: MULHERES NA CIÊNCIA, ENSINO DE FÍSICA, IMERSÃO DE ESTÁGIO Comunicação Oral (CO) ST 01: ABORDAGENS DA HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS NA FORMAÇÃO DOCENTE NO CAMPO DAS RELAÇÕES DE GÊNEROS E DAS SEXUALIDADES

Resumo

DEVIDO A UM MODELO DE CONSTRUÇÃO SOCIAL PAUTADO NO PATRIARCADO, O SEXO MASCULINO PREDOMINA NAS ÁREAS DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA. ESSE FATO, QUE TEM ORIGEM AINDA NA ESCOLA, TAMBÉM PODE SER OBSERVADO NA FÍSICA, MATÉRIA DE ESTUDO ONDE SE APRESENTA UM PERCENTUAL AINDA MENOOR DE PARTICIPAÇÃO FEMININA. NESSE SENTIDO, O OBJETIVO DESSE TRABALHO FOI DOCUMENTAR AS ANÁLISES DE RELAÇÕES, REPRESENTAÇÕES E CONSTRUÇÕES DO GÊNERO FEMININO NAS AULAS DE FÍSICA, FEITAS DURANTE A CONTEXTUALIZAÇÃO DA DISCIPLINA DE ESTÁGIO CURRICULAR 1 NUMA ESCOLA PARTICULAR DE RECIFE. A METODOLOGIA CONSISTIU NA OBSERVAÇÃO DE AULAS DE FÍSICA EM TRÊS TURMAS DO ENSINO MÉDIO, FOCANDO EM ELEMENTOS PRESENTES NA AULA DE FÍSICA, COMO, POR EXEMPLO, A REAÇÃO DO ALUNADO À RESULTADOS AVALIATIVOS E COMPORTAMENTO EM SALA DE AULA. PARA ALÉM, TAMBÉM FOI OBSERVADA A GESTÃO DA ESCOLA E A ATUAÇÃO DOS PAIS NA VIDA ESTUDANTIL. AO FIM, PERCEBEU-SE QUE AS MULHERES, DESDE CEDO, SÃO DESENCORAJADAS A TOMAR ESPAÇOS DE LIDERANÇA E DE PODER, UMA VEZ QUE SÃO ESPAÇOS DEDICADOS AOS HOMENS. AO CONTRÁRIO, SÃO ESTIMULADAS A ESTAR EM ESPAÇOS DE SUBMISSÃO E SUBSERVIÊNCIA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.