Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 208
SOFRIMENTO PSÍQUICO E ENSINO SUPERIOR

Palavra-chaves: SOFRIMENTO PSÍQUICO, SAÚDE MENTAL, ENSINO SUPERIOR, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 18 – Educação Emocional Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

A ENTRADA NA UNIVERSIDADE REQUER DO(A) DISCENTE MUDANÇAS SIGNIFICATIVAS PARA SE ADEQUAR ÀS EXIGÊNCIAS QUE ESSE AMBIENTE APRESENTA, BEM COMO É UMA REALIDADE QUE AINDA É RESTRITA A UMA PARCELA PEQUENA DA SOCIEDADE BRASILEIRA. NESSE SENTIDO, AS MUDANÇAS PODEM SER PSICOLÓGICAS, FÍSICAS E SOCIAIS, DE MODO QUE HÁ UMA DIVERSIDADE DE FATORES QUE INFLUENCIAM A ENTRADA E PERMANÊNCIA DO(A) DISCENTE NA UNIVERSIDADE. ESTUDOS RECENTES APONTAM SITUAÇÕES DE ADOECIMENTO/SOFRIMENTO PSÍQUICO ENTRE DISCENTES, RELACIONADAS COM A VIVÊNCIA ACADÊMICA. O OBJETIVO DESTE TRABALHO É DISCUTIR COMO SOFRIMENTO PSÍQUICO SE MANIFESTA EM DISCENTES NO ENSINO SUPERIOR. COMO PROCEDIMENTO METODOLÓGICO FOI REALIZADA UMA REVISÃO DE LITERATURA, FORAM ANALISADOS ARTIGOS ENTRE 2014 E 2019. FORAM ANALISADOS OITO TRABALHOS A PARTIR DA BUSCA EXECUTADA NA BASE DE DADOS SCIELO E BVS. A MAIORIA DOS ESTUDOS INVESTIGOU SOBRE ASPECTOS REFERENTES A FATORES ESTRESSORES, SAÚDE MENTAL E SOFRIMENTO PSÍQUICO EM ESTUDANTES EM ETAPAS INICIAIS DE CURSOS DE GRADUAÇÃO. OS RESULTADOS APONTAM QUE MESMO NOS ANOS INICIAIS OS ESTUDANTES JÁ MANIFESTAM SINTOMAS QUE REVELAM O DESGASTE FÍSICO E PSICOLÓGICO RELACIONADO ÀS NOVAS DEMANDAS DA VIDA ACADÊMICA, ONDE ISSO PODE SER PERCEBIDO EM DIVERSOS CURSOS. ALÉM DISSO, ESTUDOS MOSTRAM QUE AS MULHERES APRESENTAM MAIOR VULNERABILIDADE EM RELAÇÃO À QUALIDADE DE VIDA ACADÊMICA. CONCLUI-SE QUE A INVESTIGAÇÃO SOBRE QUAIS SÃO OS ASPECTOS QUE DESENCADEIAM E/OU POTENCIALIZAM O SOFRIMENTO/ADOECIMENTO PSÍQUICO DOS ESTUDANTES É RELEVANTE PARA A CONSTRUÇÃO E EXECUÇÃO DE ESTRATÉGIAS QUE PROMOVAM QUALIDADE DE VIDA ACADÊMICA E DISCUSSÃO SOBRE TEMAS RELACIONADOS À SAÚDE MENTAL DESSE PÚBLICO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.